Arouca, Turismo

Açores poderão ser o terceiro geoparque nacional, após reunião em Arouca

O Arouca Geopark recebe, de 19 a 21 de setembro de 2012, a 11ª Conferência Europeia de Geoparques. A anteceder este evento decorre, no dia 18 de setembro, a reunião magna do Comité de Coordenação da Rede Europeia de Geoparques. Entre os vários temas a abordar estará a admissão de novos geoparques, entre os quais os Açores, nas Redes Europeia e Global de Geoparques. Esta decisão será conhecida no decurso da cerimónia de encerramento da 11.ª Conferência Europeia de Geoparques, a 20 de setembro, onde será atribuído o galardão aos novos membros das referidas redes.

 

A confirmar-se, os Açores serão, assim, o terceiro geoparque nacional, depois do reconhecimento do Geopark Naturtejo (desde 2006) e do Arouca Geopark (desde 2009).

 

O Geopark Naturtejo da Meseta Meridional desenvolve-se num território de 4616 quilómetros quadrados, abrangendo os municípios de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Proença-a-Nova, Nisa, Oleiros e Vila Velha de Ródão. A diversidade cultural do território encontra uniformidade no património geológico de referência, e nestes dois aspetos se alicerça uma estratégia de desenvolvimento sustentável, com base na geoconservação, na educação e no geoturismo.

 

O Arouca Geopark abrange toda a área administrativa do concelho de Arouca, é reconhecido pelo seu excecional Património Geológico de relevância internacional, com particular destaque para as Trilobites gigantes de Canelas, para as Pedras Parideiras da Castanheira e para os Icnofósseis do Vale do Paiva. A sua classificação baseia-se, essencialmente, no valioso e singular património geológico inventariado, cobrindo um total de 41 geossítios. Paralelamente, tem sido implementada uma estratégia de desenvolvimento territorial que assegura a sua proteção e dinamização, apostando num turismo de elevada qualidade, baseado nos valores da Natureza e da Cultura tem sido uma das apostas do Arouca Geopark.

 

«Nove ilhas, um geoparque» é o mote da candidatura dos Açores a geoparque. Vulcões, caldeiras, lagoas, campos lávicos, fumarolas, águas termais, grutas e algares vulcânicos, fajãs, escarpas de falha e depósitos fossilíferos marinhos são alguns dos aspetos geológicos em que o arquipélago baseia o projeto «Geoparque Açores».

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *