Póvoa de Lanhoso, Sociedade

Munícipes da Póvoa de Lanhoso aderem a campanha de sensibilização para ligarem água e saneamento

Está a ser positiva a campanha de sensibilização para a obrigação de ligação às redes de abastecimento de água e de saneamento de águas residuais. Com esta ação, a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso pretende ainda dar a conhecer aos munícipes que podem beneficiar de importantes reduções nos valores a pagar.

Dados comparativos entre 2011 e 2012 já permitem constatar que os munícipes têm aderido a esta campanha, sendo que aumentou o número de pedidos de contadores e de ligação ao saneamento.

 

A estratégia incide essencialmente sobre campanhas de sensibilização/obrigatoriedade de ligação, apoiadas pela medida de redução em 50 por cento do montante cobrado pelos ramais de água e de saneamento.

 

“Deixo um claro agradecimento a todos os munícipes que, até ao momento, acolheram estas medidas, pois todos os que têm condições de ligação vão ser chamados a contribuir para o uso das atuais redes com condições de ligação e que não estão ainda a ser usadas. Para que todos com condições de ligação, equitativamente e sem exceção, contribuamos para a sustentabilidade não só financeira, mas também ambiental e estejamos protegidos de soluções menos amigas do meio ambiente”, refere o Vereador da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso responsável por esta área, Armando Fernandes.

 

Assim, de janeiro a abril de 2012, os pedidos de contadores e os pedidos de ligação ao saneamento estavam abaixo dos realizados em igual período de 2011. No entanto, a partir de abril de 2012, aumentaram os pedidos, quer na área do abastecimento de água quer na área da recolha do saneamento comparativamente com o período homólogo de 2011. O mês de abril (mês em que se deu início a esta ação) destaca-se pelo começo de um crescimento que se tem mantido ao longo de cinco meses consecutivos.

 

Desta forma, no âmbito do abastecimento de água, os serviços municipais registaram um total de 565 pedidos de contadores até agosto de 2012 (até agosto de 2011, registaram-se 277 pedidos de contadores). Até julho de 2012, já se tinha ultrapassado o número de contadores pedidos durante todo o ano de 2011 (de um total de 433 contadores pedidos em 2011).

 

Relativamente ao saneamento de águas residuais urbanas, registou-se até agosto do ano corrente um total de 117 pedidos de ligação ao saneamento (até agosto de 2011, os serviços municipais registaram um total de 45 pedidos de ligação ao saneamento). Também em julho de 2012, já se tinha ultrapassado o número de ligações ao saneamento realizadas durante todo o ano de 2011 (de um total de 89 ligações realizadas em 2011).

 

Com a adoção desta estratégia, a Câmara Municipal contribui para a sustentabilidade financeira destes serviços de abastecimento de água e de saneamento, como também proporciona aos munícipes o fornecimento de água de qualidade e a recolha dos seus efluentes domésticos com eficiência.

 

Tal concorre não só para a melhoria do ambiente, dado que os meios hídricos estão mais protegidos e controlados, através de um maior controlo das captações de água para abastecimento e da rejeição das águas residuais urbanas, como também para a melhoria das condições de salubridade e saúde, que se traduzem num aumento da qualidade de vida das populações.

 

Estes resultados demonstram ainda o potencial de crescimento de novos utilizadores nestes serviços, dados os extensos quilómetros de redes que estão disponíveis, mas que não estavam a ser utlizadas pelos munícipes, o que contribui para a obtenção do desejável equilíbrio financeiro sustentado da Divisão de Ambiente.

 

Recorde-se que, na continuidade da estratégia de reestruturação do setor de abastecimento de água e saneamento de águas residuais urbanas do Município, decidiu-se em abril de 2012 dar-se uso a todas as redes de abastecimento de água e de saneamento de águas residuais urbanas já executadas e que se encontravam em condições de proporcionar um serviço contínuo e de qualidade aos munícipes. Esta decisão, assistida pelo DL 194/2009 e conjugada com uma forte medida de estímulo à contratação dos referidos serviços, está a dar sinais de grande sucesso.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *