Economia

Mercado da decoração volta a reunir-se em janeiro

A CERANOR terminou domingo, na EXPONOR, com balanço positivo. Um dos indicadores que atesta o cumprimento dos objetivos da organização é que 20% das empresas já garantiram a presença no próximo evento da decoração, em janeiro, com a realização da INTERDECORAÇÃO – Casa, Hotelaria, Decoração e Brinde. «A EXPONOR dá assim continuidade ao esforço encetado no reposicionamento da sua política comercial, o que garante, desde já, a presença de muitas das empresas em janeiro», explica Filipe Gomes, gestor da unidade de negócio Casa e Design.

Ao longo dos cinco dias, a CERANOR recebeu 14.224 visitas profissionais, sendo que 393 foram compradores internacionais. Para além dos mercados tradicionais, com Espanha a liderar ranking de visitantes, a 22.ª edição contou com a presença de compradores de mercados diversificados. Angola, Islândia, Japão e México foram alguns dos exemplos apontados pelos expositores.

«A surpresa veio do México. Temos uma cliente que adorou o nosso produto e vai fazer boas compras», referiu Irene Nunes, da Regina Nunes Torres Têxteis- Lar. E, se pudesse, Patricia Pérez Güemez, da Home Solutions, responsável da loja mexicana, levaria toda a coleção. «É muito bonita. Os meus clientes no México vão adorar. Lá não existe nada igual».

Com presença na primeira edição da CERANOR e um regresso passado 22 anos, a Cerâmica Artística Vale do Neiva avalia positivamente a sua presença. «A aceitação foi muito boa. Até passaram por aqui compradores japoneses e uma visitante da Islândia», comentou António Vila-Chã, um dos responsáveis pela Cerâmica, que atualmente exporta 85% do que produz.

A opinião é unanime entre os expositores de que o fator novidade permitiu a concretização de negócios na feira. «Trouxemos novidade, inovação, conseguimos surpreender! Os clientes gostam e compram», revela Vera Mateus, da Dossaquadros. Uma opinião secundada pela Waxdecor. «Quem nos visita compra. Em todas as feiras trazemos produtos novos e os nossos clientes sabem disso», referiu Miguel Silva. O responsável da Waxdecor acrescentou ainda que só no primeiro dia de feira recebeu onze novos contactos interessados na marca Clayre & Eef.

De destacar ainda a realização da 1.ª edição do Porto Design Week, um evento outdoor dirigido ao público que contou com mais de 40 parceiros e lojas aderentes. «Foi seguramente uma aposta ganha, pautada pelo dinamismo e pela diversidade das atividades», sintetizou Filipe Gomes, adiantando que estão criadas as condições para uma nova realização, que se vai querer ainda mais ambiciosa. O Porto Design Week volta em 2013.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *