Desporto

Campeão de 2009 regressou às vitórias

Marco Cunha (Liberty Seguros / Stª Mª Feira) conquistou a primeira vitória esta temporada ao vencer este sábado a chegada a Rio Maior, no final da quarta etapa da Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros. A faltar apenas mais um dia de competição, o companheiro de equipa do vencedor do dia, Rafael Silva, manteve a camisola amarela da prova organizada pela Lagos Sports. A liderança de Rafael Silva está sustentada nos 15 segundos de vantagem que tem sobre António Barbio (Mortágua) e nos 23 segundos de vantagem sobre Eugenio Cozonac (Louletano/Dunas Douradas).

 

Para além da chegada, fez história nos 154 quilómetros da etapa iniciada na Sertã, naquele que foi o dia mais longo desta edição da Volta do Futuro Liberty Seguros, uma fuga que durou cerca de 120 quilómetros. Antes do grupo escapar, na única contagem de montanha do dia, um prémio de 3ª categoria, já Luis Fernandes (OFM/Valongo) tinha reforçado a camisola azul KIA ao fazer segundo lugar atrás de António Carvalho (Mortágua). Nos instantes finais da etapa uma queda afastou alguns candidatos de uma hipotética discussão sobre a linha de meta quando uma queda travou entre outros, o camisola amarela Liberty Seguros, Rafael Silva e Leonel Coutinho, ambos da Liberty Seguros. Pelo facto da queda se registar dentro dos três últimos quilómetros foi atribuído o tempo do vencedor a todos os corredores envolvidos.

 

Na linha de meta, em Rio Maior, Marco Cunha, que já venceu a Volta a Portugal do Futuro em 2009, acabou por ser o primeiro seguido por António Carvalho (Mortágua) e Luis Fernandes (OFM/Valongo). António Barbio (Mortágua), segundo da geral a 15 segundos, foi quarto classificado na etapa falhando a bonificação de chegada atribuída aos três primeiros, mas mantendo ainda a esperança de chegar à amarela.

 

Alta Montanha para consagrar vencedor

Para o último dia de prova, este domingo, estão reservadas as últimas decisões da edição que assinala os 20 anos da Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros. Os jovens campeões sairão de Rio Maior para o Parque Eólico da Carvoeira, no concelho de Torres Vedras. Serão quase 104 quilómetros estando os mais difíceis guardados para o final da etapa com dois Prémios de Montanha de 2ª categoria, na Serra de São Julião e depois, a coincidir com a meta final, no alto da freguesia da Carvoeira. Chegados aí estará encontrada finalmente a jovem promessa que vai vestir a última Camisola Amarela da 20ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros.

 

Domingo, 9 Setembro

5ª (última) Etapa – 103,8 Km

Partida: 12h20 – Rio Maior

Chegada: 15h10 (horário previsto) – Parque Eólico da Carvoeira (Torres Vedras)

A 20ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros teve o apoio das autarquias de Águeda, Oliveira do Bairro, Marinha Grande, Pombal, Sertã, Rio Maior e Torres Vedras sendo a família de patrocinadores composta pela Liberty Seguros, Banco Bic, Kia, RTP, Sical, O Jogo, Jornal de Noticias, draftFCB, RR, JCDecaux, Copigés, Shimano, Dietsport/Powerbar, Fonte Viva, Cision, Fullwear e Instituto Geográfico do Exército.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *