Sociedade

Nevoeiro da Torre (Seia) mostrou Blanco e equipa dominadora

David Blanco (Efapel / Glassdrive) venceu no alto da Torre (Seia) a oitava etapa da 74ª Volta a Portugal Liberty Seguros e chegou à liderança da competição organizada pela Lagos Sports. Hugo Sabido (LA Alumínios/Antarte) foi décimo classificado e perdeu a Camisola Amarela Liberty Seguros para o corredor galego que fica agora mais perto de conseguir a quinta vitória na prova rainha do ciclismo português.

A etapa desta sexta-feira foi a rainha da Volta com 154,9 quilómetros de um sobe e desce constante na Serra da Estrela. Depois da partida na Guarda, o pelotão tinha pela frente três prémios de montanha, a primeira nas Penhas da Saúde. Na subida pela Covilhã para a contagem de primeira categoria já um grupo numeroso pedalava na dianteira da corrida. Na frente seguiam 14 fugitivos com quatro minutos de vantagem sobre o pelotão, sempre comandado pela equipa da LA Alumínios / Antarte, na defesa da camisola amarela de Hugo Sabido. Entre os homens da fuga o melhor classificado na geral individual era Sérgio Sousa (Efapel / Glassdrive) a um minuto e 42 segundos da liderança. O corredor da Efapel / Glassdrive não se livrou de um susto na descida para Gouveia, onde se envolveu numa queda com Jason Bakke (Team Bonitas). Ambos regressaram ao grupo da frente e o sul-africano ainda teve forças para atacar na passagem por Seia. Faltavam 29 quilómetros sempre a subir até à Torre (Seia).

No pelotão as movimentações começaram depois do Sabugueiro. Na aldeia mais alta de Portugal, a equipa que tinha mais homens nos primeiros lugares, a Efapel / Glassdrive, assumiu a cabeça no grupo dos candidatos à vitória final e procurou o assalto à liderança. Rui Sousa foi o primeiro a escapar ao grupo do camisola amarela. A nove quilómetros da meta foi a vez de David Blanco atacar e conseguiu alcançar o colega de equipa, Rui Sousa, que seguia mais adiantado. Os dois homens da Efapel/Glassdrive ultrapassaram Jason Bakke (Team Bonitas) e ficaram isolados na dianteira. O galego com um ritmo mais forte e debaixo de um nevoeiro cerrado arrancou sozinho para o triunfo na etapa e para a conquista da Camisola Amarela Liberty Seguros. Na segunda posição terminou Rui Sousa a 26 segundos.. Hugo Sabido (LA Alumínios / Antarte) que teve o apoio da equipa até aos metros finais, não conseguiu melhor que o décimo lugar a 49 segundos do vencedor.

Os dez segundos de bonificação pelo primeiro lugar deram a David Blanco o comando na classificação geral. Antes de subir ao pódio para vestir a Camisola Amarela Liberty Seguros, Blanco ageadeceu o empenho dos companheiros. “Sem a equipa não sou nada, corremos para ganhar e só tenho pena de ter deixado o Rui Sousa para trás porque ele também merecia, mas sabia que tinha de fazer de tudo para vencer. Quando cheguei ao Sabugueiro percebi que as pernas estavam bem e que tinha de ser até à morte.”

Quando questionado sobre se o record das cinco vitórias na Volta a Portugal está mais próximo, Blanco sorriu. “Oito segundos de vantagem não são muito, mas é melhor estar à frente que atrás. Desde o início do ano que tinha como objectivo ganhar a Volta. Por vezes parecia que isso não ia acontecer. Agora vamos o crono. O contra relógio é bastante longo, mas tenho de fazer tudo para correr bem!”

O seu browser pode não suportar a apresentação desta imagem.

David Blanco lidera a classificação com oito segundos de vantagem sobre Hugo Sabido e Rui Sousa subiu ao terceiro lugar a 24 segundos da liderança. Sousa no alto da Torre conservou a Camisola Azul Meo do prémio da montanha. A equipa da Efapel/Glassdrive chegou também ao comando da Camisola Vermelha Bic (Pontos) através de Sergio Ribeiro, quarto na etapa e o novo líder da classificação por Pontos. David de La Cruz (Caja Rural) manteve a Camisola Laranja RTP.

 

O seu browser pode não suportar a apresentação desta imagem.

Pedrógão e Leiria ligados pelo “relógio”

Ainda sem resposta para o vencedor final, haverá uma prova de esforço individual para a elite dos corredores que anseiam terminar de amarelo. Todos os que sobreviveram à Torre terão pela frente, na 9ª etapa, um contra-relógio, entre Pedrógão e Leiria, para mostrarem o que valem. No fim estará mais definida a classificação geral individual da edição 2012 da Volta a Portugal Liberty Seguros.

9ª Etapa – 25 Agosto 2012 – 32,9Km

Partida: 14h20 – Praia de Pedrógão

Chegada: 17h15 (horário previsto) – Leiria (CRI)

A 74ª Volta a Portugal Liberty Seguros conta ainda com o patrocínio oficial do Banco BIC, Meo, RTP, Edp, Kia, Controlauto, Via Verde e Sical, sem esquecer o apoio das câmaras municipais de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Oliveira do Hospital, Oliveira do Bairro, Trofa, Vila Nova de Cerveira, Fafe, Viana do Castelo, Mondim de Basto, Armamar, Oliveira de Azeméis, Aveiro, Viseu, Gouveia, Sabugal, Guarda, Seia, Leiria, Sintra e Lisboa.

Mais informações em www.volta-portugal.com

Fotografias em http://www.volta-portugal.com/index.php?option=com_content&view=article&id=184

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *