Desporto, Vila Real de Santo António

Escola sócio desportiva da Fundação Real Madrid termina ano letivo com visita ao Estádio da Luz – VRSA

O primeiro ano letivo da Escola Sócio Desportiva da Fundação Real Madrid – VRSA/Castro Marim, que funciona desde o passado mês de outubro nos dois concelhos vizinhos, terminou da melhor forma com uma visita ao Estádio da Luz, em Lisboa.

 

A convite da própria fundação, 35 crianças, dos grupos de Monte Gordo e VRSA, onde é lecionada a modalidade de futebol, foram presenteadas com a possibilidade de assistirem ao jogo de futebol que colocou frente a frente o Benfica e Real Madrid, no Estádio da Luz (Lisboa), no passado dia 27 de Julho.

 

Ainda antes do jogo, os representantes das quatro escolas da Fundação Real Madrid já a funcionar em Portugal (VRSA/Castro Marim, Funchal, Vila Nova de Gaia e Manique) foram recebidos por Emilio Butragueño, diretor de relações institucionais do clube merengue, que fez uma avaliação do primeiro ano de trabalhos.

 

Nas próximas semanas, também as crianças que frequentam a modalidade de basquetebol, serão convidadas a assistir a um jogo de seniores, a realizar em Espanha.

 

Ao longo deste ano lectivo, as aulas, que decorreram nas localidades de Monte Gordo (futebol), Vila Nova de Cacela (basquetebol), Vila Real de Santo António (futebol e basquetebol) e Castro Marim (basquetebol), reuniram mais de 150 crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 12 anos.

 

Cada turma era dirigida por dois professores e um auxiliar, tendo contado ainda com o apoio de três estagiários do Curso de desporto da Universidade do Algarve.

 

A Fundação Real Madrid tem como principal objetivo a promoção da prática desportiva entre crianças e jovens, por entender que através dela se contribui para o desenvolvimento integral da sua personalidade.

 

Além da vertente motora, a escola desportiva de integração social de Vila Real de Santo António e Castro Marim da Fundação Real Madrid oferece alternativas de lazer às crianças em situações de risco e visa incentivar formas de vida saudáveis, incutindo aos jovens sinalizados, pelas entidades parceiras, valores como solidariedade, espírito de equipa ou a promoção de valores éticos.

 

Durante um ano de trabalho, a escola conseguiu também chegar a públicos mais desfavorecidos socialmente ou crianças com dificuldades motoras, melhorando a sua qualidade de vida, promovendo a integração social e ministrando regras para uma melhor formação pessoal.

 

“Nesta escola o mais importante é a busca pelos valores da cooperação e não da competição. Aqui existe sobretudo a busca pela integração de todos os alunos, com mais ou menos dificuldades sociais, com problemas de obesidade ou falta de mobilidade”, refere a vereadora do desporto da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, Maria da Conceição Cabrita.

 

“Por outro lado, esta experiência tem sido extremamente benéfica para as crianças, uma vez que ultrapassa as fronteiras dos campos de treino, promovendo a melhoria do aproveitamento escolar, a facilidade de integração noutras situações e ainda a importância dos valores da partilha além-fronteiras. Algumas destas crianças foram já convidadas pelos clubes locais de futebol e basquetebol a integraram as suas equipas”, acrescenta.

 

De acordo com Conceição Cabrita “o ano letivo decorreu da melhor forma possível, pois foi possível apreciar a evolução de muitas destas crianças que chegaram mostrando diversas dificuldades e receios e que, graças ao esforço conjunto de toda uma equipa de profissionais, foi possível contrariar e melhorar”.

 

Luís Gomes, Presidente da Câmara Municipal de VRSA, terminou a visita “orgulhoso de todos os alunos e dos professores que acompanharam este projeto e que fizeram dele um êxito”.

 

“É uma ideia para melhorar e manter nos próximos anos. As nossas crianças merecem este tipo de esforço por parte da autarquia”, conclui o autarca.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *