Cultura, Santo Tirso

Exposição “Ponto de Fuga”/“Vanishing Point” em Santo Tirso

No Museu Municipal Abade Pedrosa está patente ao público até ao dia 16 de Setembro a exposição “Ponto de Fuga”/“Vanishing Point”, uma seleção de obras pertencentes à Coleção da Fundação de Serralves que utilizam a fotografia, o cinema e o vídeo como suporte dos processos criativos dos artistas representados, definíveis por uma singularidade que é o seu real “ponto de fuga” em relação a qualquer programa que os pretenda caracterizar e condicionar.

 

Sendo o título desta exposição uma expressão técnica que descreve o ponto de distância numa imagem, como um quadro, um filme ou uma fotografia, onde linhas paralelas parecem encontrar-se, o seu uso adquire aqui uma dimensão metafórica: em arte, os encontros são sempre uma outra dimensão de um confronto onde a convergência jamais ilude a divergência da singularidade de cada obra. Os caminhos paralelos nunca coincidem inteiramente.

 

Deste modo, as obras apresentadas exemplificam alguns dos programas conceptuais das últimas quatro décadas da experiência artística contemporânea: a relação entre Arte e Paisagem, a autorepresentação, ou a crítica dos modelos sociais, sejam eles de natureza social e política, sejam eles o resultado de uma provocação à existência de modelos culturais estruturantes do próprio domínio da produção e da circulação das imagens da arte no mundo em que vivemos.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *