Mação, Saúde

Lares e Centros de Dia de Mação receberam Rastreio à Saúde Oral

Nos dias 23 e 24 de Julho um grupo de voluntários da “Mundo a Sorrir” percorreram os Lares e Centros de Dia do Concelho de Mação procurando avaliar a aconselhar os utentes das instituições sobre saúde oral.

A “Mundo a Sorrir – Associação de Médicos Dentistas Solidários Portugueses” está a desenvolver este projecto há 9 meses e tem-se estendido por todos os Municípios do Interior denominando-se “A Sorrir de Norte a Sul”. A vinda a Mação deu-se com a colaboração da Câmara Municipal de Mação, através do Serviço de Acção Social que fez os contactos e acompanhou os voluntários deste projecto às IPSS’s.

Carolina Pizarro, coordenadora do grupo que veio a Mação explicou que “este projecto apoia-se nos voluntários da Associação, que se juntam em função da zona em que vivem e apareceu porque existem poucas iniciativas dedicadas á saúde oral, era uma necessidade”. Sobre o Concelho de Mação, referiu que a saúde oral “é a típica da população portuguesa mais envelhecida, alguns conhecimentos errados, é uma área da saúde a que se dá pouca importância”. Para esta jovem Dentista que se dedica a estes projectos em regime de voluntariado “estas acções em crianças e jovens são muito importantes pois o Estado não dá apoios na área da saúde oral”.

Em Aboboreira, Maria da Conceição Rosa, de quase 94 anos, explicou que no rastreio “deram-me aqui umas pastilhas para por na água e deixa-se 15 minutos para lavar a placa, dia sim, dia não. Mas a minha boca, graças a Deus, está boa”. A Técnica Social desta instituição, Lurdes Nogueira, referiu a importância e ainda a necessidade destes rastreios noutras áreas, como a pele, pois são pessoas que estiveram muito expostas ao sol nos trabalhos do campo.

Além da avaliação aos utentes foi ainda dada uma pequena formação aos funcionários que puderam, assim, desmistificar questões como “à noite a prótese dentária deve ficar em água, ou seca?” A resposta, contrária a ideias antigas, é que deve ficar “lavada e seca”.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *