Cultura, Mação

Dezenas de músicos estagiaram em Mação

Na semana de 16 a 20 de Julho Mação acolheu o IV Estágio de Sopros e Percussão. Esta iniciativa do Conservatório de Música de Mação – FirMação e da Câmara Municipal juntou em Mação perto de setenta músicos, alunos de Conservatórios e membros de Filarmónicas de Coimbra, Tomar, Évora, Entroncamento, Ourém, Lisboa, Torres Novas, Pedrógão Pequeno e, claro, de Mação.

Este estágio, na sua quarta edição, marca o encerramento do ano lectivo e traduz-se numa semana de grande aprendizagem, de troca de saberes e experiências entre os jovens músicos.

Estiveram envolvidos neste curso 8 professores e a direcção de Orquestra ficou a cargo do Prof. Tiago Alves. Os alunos pernoitaram no Pavilhão Municipal José Maia, cedido pela Câmara Municipal de Mação que ainda contribuiu com algumas refeições. Além do estágio tiveram oportunidade de conhecer o concelho de Mação e desfrutar da Praia Fluvial de Carvoeiro.

No dia 19, como é hábito, os professores do curso brindaram alunos e população com um Concerto na Igreja da Misericórdia. No dia 20, último dia do estágio tiveram lugar dois concertos, pelos alunos, no Cine-teatro. A Orquestra formada neste estágio brindou um Cine-teatro cheio um programa muito interessante resultado do trabalho desenvolvido durante o estágio. Interessante verificar o impacto deste estágio na vida dos participantes, não só os alunos. Tiago Alves, que dirigiu a Orquestra pelo segundo ano, agradeceu a Mação a oportunidade e contou que, após ter dirigido a Orquestra há um ano, se abriram várias portas que lhe permitiram desenvolver um trabalho diferente e muito gratificante como professor e maestro.

No final o Director do Conservatório de Mação, Prof. Nuno Leal agradeceu todos os apoios que o FirMação sempre encontra para promover este Estágio de nível nacional em Mação. A concluir os alunos presentes no Estágio receberam um Diploma de participação e uma oferta da Câmara Municipal de Mação que lhes foram entregues pelos Vereadores da Autarquia, Vasco Estrela e António Louro e por um representante da Filarmónica União Maçaense que também apoiou esta iniciativa.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *