Póvoa de Lanhoso, Sociedade

Póvoa de Lanhoso adere ao Mercado Social de Arrendamento

A Póvoa de Lanhoso integra o grupo de 100 autarquias que formalizaram a sua adesão ao programa Mercado Social de Arrendamento.

 

Este programa dirige-se a classes sociais que, apresentando rendimentos superiores aos que permitem a atribuição de uma habitação social, não apresentam, contudo, capacidade financeira para arrendarem um imóvel em mercado livre, representando um triplo benefício: resolve as dificuldades de acesso à habitação das famílias, uma vez que as rendas a praticar apresentarão valores de rendas 20 por cento a 30 por cento inferiores às praticadas em mercado livre; rentabiliza o património imobiliário que os bancos têm nas suas carteiras de imóveis; e potencia o mercado da reabilitação urbana.

 

Na Póvoa de Lanhoso é a Câmara Municipal que procede à validação e apresentação das candidaturas às entidades gestoras. Para mais informações ou tratar de aspetos relacionados com a apresentação de candidaturas, as pessoas interessadas poderão também contactar a Divisão de Serviços Sociais e Saúde deste Município (ligando para 253 639 791 ou escrevendo para msa@mun-planhoso.pt Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ).

 

Como surgiu.

É do estabelecimento da parceria entre o Governo central e as entidades aderentes, tanto públicas como privadas, que surge o Mercado Social de Arrendamento, ao qual se associaram, prestando colaboração ao nível técnico, administrativo e processual, parceiros locais que contribuem para o estabelecimento de uma rede de contactos de proximidade que se tem por essencial ao seu bom desenvolvimento e execução.

 

Em www.mercadosocialarrendamento.msss.pt está disponível o regulamento bem como os formulários a serem preenchidos por candidatos, cônjuges e fiadores. Os contratos de arrendamento que forem celebrados no âmbito deste processo terão, no mínimo, duração de cinco anos. As frações a serem arrendadas destinam-se a ser habitação permanente, preferencialmente, de famílias de rendimentos médios que não reúnam condições ou manifestem dificuldades no acesso ao mercado livre de habitação e que cumpram os critérios definidos.

 

O Município da Póvoa de Lanhoso formalizou a sua adesão ao Programa em 16 de maio de 2012, tendo sido o mesmo apresentado a nível nacional, no passado dia 26 de junho.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *