Évora, Sociedade

Évora recebe a II Conferência Internacional da Tradição Oral

Évora vai acolher nos dias 8, 9 e 10 de Novembro próximo a II Conferência Internacional da Tradição Oral, dedicada às temáticas Oralidade e Património Cultural, enquadrada no Projeto Oralities, numa organização da Câmara Municipal de Évora, em parceria com o CIDEHUS (Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades da Universidade de Évora).

Nesta conferência estarão reunidos investigadores, técnicos e interessados em questões relativas às formas artísticas de expressão oral e ao papel da transmissão oral na perpetuação das tradições próprias de cada sociedade e cultura. Além da procura de convergência dos pontos de vista específicos das diversas disciplinas que se têm consagrado ao estudo das oralidades, neste encontro pretende-se também associar à reflexão todos aqueles que estão envolvidos na conservação, no arquivo e na gestão desses patrimónios.

A organização receberá as candidaturas de participação com comunicação até 30 de Agosto. Todas a informações sobre a Conferência estão disponíveis no site www.oralities.eu.

O Projeto Oralidades teve início formal em Novembro de 2008, com a assinatura do Acordo de Cooperação por todos os países parceiros. Fazem parte do grupo de trabalho as cidades de Birgu, (Malta), Évora, Idanha-a-Nova e Mértola (Portugal), Ourense (Espanha), Ravenna (Itália) e Sliven (Bulgária), que candidataram o Projeto Oralidades/Oralities ao Programa Cultura 2007-2013, da Education, Audiovisual & Culture Executive Agency. As palavras-chave do Projeto Oralidades são: identidade, memória e partilha, aliando-se conceptualmente às grandes temáticas do Património Cultural Imaterial e da Interculturalidade. Durante os 4 anos da sua existência foram desenvolvidas inúmeras actividades com o objetivo de promover a circulação transnacional de operadores, agentes culturais e grupos musicais e a cooperação e intercâmbio de experiências, visando também encontrar pontos comuns e afinidades que aprofundem o diálogo intercultural e contribuir para a criação de uma cidadania europeia

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *