Almada, Cultura

Secretário de Estado da Cultura na estreia de “O Mercador de Veneza” em Almada

No passado dia 6 a partir das 21h00, o foyer do Teatro Municipal de Almada encheu-se de gente – entre público, amigos, governantes e pessoas do teatro que não quiseram perder a estreia de O Mercador de Veneza, a peça de Shakespeare que Ricardo Pais recriou, agora numa parceria com a Companhia de Teatro de Almada, inserida no 29º Festival de Almada.

 

Fazendo jus não só à popularidade de Shakespeare, mas também ao reconhecido talento de Ricardo Pais para abraçar projectos de grande qualidade artística e apuro técnico, muitos foram os que ontem não quiseram perder a estreia desta recriação, entre os quais vários notáveis.

 

Assim, minutos antes do começo da primeira récita de O Mercador de Veneza, o foyer do TMA juntou pessoas tão diferentes como o mestre do teatro alemão Peter Stein (convidado de proa desta edição do Festival de Almada), Sérgio Godinho, Catarina Furtado (mulher do actor João Reis, que interpreta o judeu Shylock) e o seu pai, Joaquim Furtado; a presidente da Câmara Municipal de Almada Maria Emília Neto de Sousa e o vereador da Cultura; o secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas e Samuel Rego, director-geral da DGArtes; os escritores Vasco Graça-Moura, Diogo Pires Aurélio e Luísa Costa Gomes; o encenador Rogério de Carvalho; os actores Miguel Borges, Elmano Sancho, Custódia Galego, Pedro Lima; a coreógrafa Olga Roriz, entre muitos outros homens e mulheres das artes portuguesas.

 

Depois do espectáculo, Ricardo Pais e os actores confraternizaram com amigos e público em torno de um beberete que foi servido no restaurante do TMA.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *