Amadora, Cultura

Pedra e tinta na Galeria Municipal Artur Bual na Amadora

Está patente, na Galeria Municipal Artur Bual, a exposição Entre a pedra e a tinta, ficam vontades de mudança…, da autoria de Vitor Zapa (pintura) e Adália Alberto (escultura), uma mostra onde a pintura e a escultura, apesar de, aparentemente antagónicas, se fundem na realidade concreta de uma consciência reveladora.

 

Adália Alberto

“Sempre achei mágico, na arte da Escultura, o polido entendimento do que já lá estava, como sempre, oculto para quem não sabe. E que a Mestra vai buscar, directa ao corpo e à forma, sempre plena de instinto, de erotismo e de oferta.

A menina tímida que brincava com a pedra cresceu muito. É hoje um exemplo de renovação, interrogação e partida permanente. Quando me pede, quase a medo, que lhe faça um texto, dou por mim sorrindo. Soubesse eu faze-lo em pedra e sonho, como ela, e tudo escorreria fácil, tal o trânsito de admiração que tenho pela sua obra, sobretudo pelas “suas mulheres””. (Pedro Barroso)

 

Vitor Zapa

“O encontro com a pintura começa nos idos anos oitenta enquanto técnico de luminotecnia nos grandes palcos, com famosos da música nacional, misturando o inconformismo da atualidade com o desejo de viver o passado num turbilhão vertiginoso, de luzes e cores, com paixões e medos. Tem assim reinventado narrativas oníricas e levado o seu mundo fantástico, a diversas salas e galerias, de norte a sul de Portugal e também em Espanha.” (Luiz Morgadinho)

 

Exposição patente até 5 de agosto

 

 

Galeria Municipal Artur Bual

Av. Movimento das Forças Armadas, 1 – 2700-961 Amadora (Paços do Concelho)

Terça a Sexta-feira – das 10.00h às 12.30h e das 14.00h às 18.00h

Sábados, Domingos e Feriados – 15.00h – 18.00h

Encerra às Segundas-Feiras

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *