Cultura, Torres Vedras

“O Julgado e Concelho da Ribaldeira no contexto das Linhas de Torres Vedras” vai ser o tema da segunda sessão deste ano do evento Chás de Pedra

A segunda sessão deste ano do evento Chás de Pedra realiza-se no próximo dia 13 de julho, subordinada à temática “O Julgado e Concelho da Ribaldeira no contexto das Linhas de Torres Vedras”.

Nesse âmbito, pelas 21h30, na Azenha de Santa Cruz, Carlos Guardado da Silva (diretor do Arquivo Municipal de Torres Vedras e docente da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa), abordará a mencionada temática.

Segundo refere o mesmo, a propósito desta, como nota introdutória, “D. Filipa de Lencastre, mulher de D. João I, uma rainha generosa e amada pelo povo, foi senhoria e donatária de Torres Vedras, tendo criado o Julgado da Ribaldeira. Mais tarde, o julgado adquiriu o estatuto de concelho, que seria extinto em meados do século XIX. Em 1810-1811, no contexto da invasão das tropas de André Massena, as suas gentes viveram tempos de medo, alimentando-se da fome, do frio e da miséria…”.

A 3.ª edição do ciclo de colóquios Chás de Pedra está integrada no programa Onda de Verão e terá mais uma sessão no dia 20 de julho, na qual Carlos Margaça Veiga (da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e da Academia Portuguesa de História) proferirá uma palestra sobre “A Vivência Quotidiana Municipal Torriense no Século XVI”.

A inscrição para a participação nas sessões do evento Chás de Pedra é gratuita e deve ser efetuada no Arquivo Municipal de Torres Vedras; ou pelo n.º de telefone: 261 320 736; ou pelo e-mail: arquivo@cm-tvedras.pt.

 

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *