Reguengos de Monsaraz, Sociedade

Delegação do Ministério do Urbanismo e Construção de Angola visitou Reguengos de Monsaraz

O Município de Reguengos de Monsaraz recebeu no dia 4 de julho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, uma delegação do Ministério do Urbanismo e Construção de Angola. A comitiva era constituída pela diretora dos Centros de Formação Profissional de Angola, Maria das Dores Oliveira, assim como pelos diretores destas unidades de formação em Luanda, Huambo, Malange e Benguela.

 

A visita da delegação angolana a Reguengos de Monsaraz foi promovida pela Fundação Alentejo e pretendeu mostrar as oportunidades de investimento e para o turismo na região. José Calixto, Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, apresentou o concelho descrevendo as suas potencialidades, como o Grande Lago Alqueva, o Centro Oleiro de S. Pedro do Corval (maior do país com 22 olarias em atividade), a produção de vinho, o património arquitetónico, arqueológico e paisagístico, mas também a cultura, tendo destacado a importância do cante alentejano.

 

No final do encontro, o autarca ofereceu a cada pessoa um exemplar do fac-símile do Foral Manuelino de Monsaraz, pois estão a comemorar-se os 500 anos da sua outorga a esta vila medieval. A comitiva seguiu depois para uma visita à CARMIM – Cooperativa Agrícola de Reguengos de Monsaraz, ao Centro Oleiro de S. Pedro do Corval e a Monsaraz.

 

José Calixto afirma que “esta delegação de Angola será uma embaixadora da nossa região no seu país e espero que possa atrair investimentos e turistas para o concelho e para o Alentejo”. O autarca diz também que “os centros de formação profissional angolanos podem formar empresários qualificados com interesse em investir no concelho e esta comitiva poderá informá-los e aconselhá-los sobre as potencialidades de Reguengos de Monsaraz e do Alentejo”.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *