Oliveira de Frades, Sociedade, Turismo

Oliveira de Frades proclamada capital nacional do frango do campo

Oliveira de Frades é, desde maio, a Capital Nacional do Frango do Campo, designação que em muito se deve ao facto do setor avícola estar fortemente enraizado no concelho.

Além de ser pioneira na criação de frango do campo, Oliveira de Frades tem sido ao longo dos últimos anos palco de vários eventos avícolas de âmbito local e nacional, como as Festas do Concelho, que se realizam de 11 a 15 de julho de 2012.

Desde há uns anos que se realizam em Oliveira de Frades as Festas do Concelho, que incluem uma mostra gastronómica do frango, conjugando esta valência económica com uma diversidade de espetáculos e atrações culturais, desde a música ao desporto.

Este ano, reforçados com a designação de capital de frango do campo, a mostra gastronómica do frango decorre no dia 15, das 9h às 21h, durante o qual, de forma gratuita, todos poderão partilhar esta iguaria.

A proclamação como Capital Nacional do Frango do Campo foi feita no 15º Capítulo da Confraria dos Gastrónomos de Lafões e resulta de um projeto desenvolvido pela Câmara Municipal de Oliveira de Frades em conjunto com a Confraria dos Gastrónomos da Região de Lafões e da empresa avícola Campoaves, com sede no concelho.

A implementação e promoção deste projeto de identidade cultural permite consolidar Oliveira de Frades como região por excelência da gastronomia portuguesa, divulgando o produto frango do campo como valor gastronómico e com potencial para o desenvolvimento económico da região.

Com a colaboração do setor da restauração e com a marca distintiva da Capital Nacional do Frango do Campo, Oliveira de Frades poderá aliar as maravilhosas paisagens da região ao turismo gastronómico de excelência. Com o processo oficial de certificação na sua fase final, o presidente do município, Luís Vasconcelos, considera a iniciativa uma mais-valia para a região. “O desenvolvimento da região passa por este tipo de incentivos internos, capazes de conferirem uma imagem de marca ao concelho”, afirma.

Produzido ao ar livre na região de Lafões, o frango do campo é o que mais se assemelha aos requisitos de criação natural como o das ancestrais capoeiras do campo. Ao ostentar este título, Oliveira de Frades pretende ultrapassar as suas fronteiras e afirmar-se a nível nacional como detentora de um produto gastronómico que já faz parte da sua identidade.

Pioneirismo neste tipo de criação avícola, região que possui caraterísticas endógenas mais adaptáveis às exigências deste frango, sede da maior empresa avícola de produção e comercialização de frango do campo a nível nacional (a Campoaves), que produz cerca de 75% das necessidades do mercado, são algumas das razões que levaram os promotores desta iniciativa a avançarem. “É um projeto em que a Confraria dos Gastrónomos de Lafões está bastante empenhada e que deve ser encarada como um desafio por toda a região”, sublinha o Grão-Mestre da instituição, Manuel Almeida.

João Moitas, confrade, reitera que “é justíssimo que Oliveira de Frades ostente o título de Capital Nacional do Frango do Campo. Um dos grandes objetivos da nossa confraria é dar a conhecer, divulgar e promover os produtos da gastronomia local. Quando falamos do frango do campo estamos perante um excelente recurso da nossa culinária, que representa um forte potencial de crescimento da economia local.”

Esta iniciativa conta também com o apoio da Campoaves, que comercializa cerca de 75% de toda a produção nacional. Rúben Fonseca, administrador da empresa, traduz assim a aposta neste projeto: “O frango do campo é um dos produtos de referência da região. Temos de divulgá-lo, promovê-lo e explorar o seu potencial, de modo a conseguirmos trazer mais gente a Oliveira de Frades, dinamizando a região.”

Fundada em 1985, a Campoaves tem já uma grande experiência na criação de frango ao ar livre com estirpes de crescimento lento. Apostando na qualidade, a Campoaves cria os frangos como antigamente, no campo e em liberdade, na região de Lafões. O seu crescimento é lento e natural e a alimentação à base de cereais. Por isso, sãofrangos caseiros, com carne de qualidade superior e certificada e de sabor inconfundível.

Avicultura em Portugal

Oliveira de Frades está inserida na região agrícola da Beira Litoral, zona onde a produção de frango tem mais relevância a nível nacional. Foi no Campo de Besteiros, na época de 1955, que uma senhora de nome Eduarda, em sociedade com um engenheiro italiano chamado Mourel, introduziu pela primeira vez na região e em Portugal o sistema de criação de frangos e galinhas em moldes intensivos, o que veio a designar-se por avicultura industria.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *