Gondomar, Sociedade

Regata de Valboeiros de Gondomar

Realizou-se, no dia 30 de junho, a Regata de Valboeiros de Gondomar. A iniciativa, dinamizada pela Divisão de Turismo da Câmara Municipal de Gondomar, teve lugar no percurso compreendido entre Gramido e Ribeira de Abade.

Pretendendo manter viva a importância patrimonial do barco valboeiro, bem como manter uma aposta turística na marginal do Douro, a Regata visava recordar antigas tradições – recriando momentos históricos e imagens identificadoras do Município de Gondomar.

Englobando uma prova de velocidade e outra de orientação, participaram na Regata um total de cinco embarcações (e 20 elementos).

A prova de velocidade, a quatro remos, teve partida no Lugar de Gramido. A chegada foi em Ribeira de Abade. A prova de orientação decorreu entre as margens esquerda e direita do Douro (com saída na margem esquerda e chegada a Ribeira de Abade). Nesta segunda prova, a bordo ia apenas um participante – sendo que o remador efetuou a travessia com os olhos vendados.

Na prova de velocidade a vitória coube à embarcação “Laurentina Alves” (de Lucindo de Oliveira Cruz, de Jovim). A prova de orientação teve a vitória da embarcação “Jerónimo Manuel” (de José Magalhães, também de Jovim).

No final, e durante a entrega de prémios e diplomas, o Vereador do Pelouro do Turismo da Câmara de Gondomar, Joaquim Castro Neves, destacou a importância de se promover o Rio Douro e se manterem vivas as tradições locais. “A valorização patrimonial do barco valboeiro e a sua preservação, bem como da necessidade de continuar a dinamizar turisticamente a marginal do Douro, foram as principais razões para o Pelouro do Turismo da Câmara de Gondomar promover esta atividade”, destacou Joaquim Castro Neves.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *