Sociedade, Vagos

Praia do Areão e Vagueria com bandeiras azul e acessível hasteadas em Vagos

Teve lugar, sexta-feira, a cerimónia do hastear da bandeira azul e bandeira acessível, nas praias do concelho de Vagos. A praia do Areão foi a primeira praia a ver erguidas as bandeiras, símbolo da qualidade e acessibilidade balnear.

A cerimónia do hastear decorreu na Praia do Areão, pelas 15h30, e na Praia da Vagueira, pelas 16h e contou com a presença das seguintes entidades: Capitania do Porto de Aveiro, ARH Centro, GNR, Bombeiros Voluntários de Vagos, e Núcleo Empresarial de Vagos e Câmara Municipal de Vagos.

Este ano, a praia da Vagueira sofreu obras de requalificação, a nível de acessibilidades, sendo de destacar a construção de passadiços de acesso, a norte da praia, e a colocação de escadas de acesso ao areal, permitindo, aos utentes, um melhor acesso à praia.

“A Bandeira Azul é atribuída, anualmente, às praias e aos portos de recreio que cumpram um conjunto de critérios de natureza ambiental, de segurança e conforto dos utentes e de informação e sensibilização ambiental. Este galardão, símbolo de referência de qualidade ambiental que os portugueses reconhecem e valorizam, é o resultado de candidaturas que, para as praias, implicam o cumprimento voluntário de 23 critérios imperativos e quatro guia, (e dois não aplicáveis no nosso país). No que respeita aos Portos de Recreio e Marinas a candidatura implica o cumprimento de um conjunto de 22 critérios.

A atribuição da Bandeira Azul a uma praia traduz o respeito por critérios de Qualidade da Água, de Informação e Educação Ambiental, de Gestão Ambiental e de Equipamentos e Segurança. Em relação aos portos de recreio, este galardão significa a observância de critérios referentes à Qualidade do Porto, à Gestão do Porto e Informação e à Educação Ambiental e Segurança. A verificação destes critérios é efectuada por um Júri Nacional constituído por 25 entidades do sector público e privado. O resultado desta análise é ainda objecto de escrutínio por parte de um Júri Internacional constituído por representantes de organismos internacionais do ambiente”.

Fonte: www.abae.pt

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *