Saúde

Dietas perigosas podem contribuir para aumentar risco de osteoporose

“Com a chegada do tempo quente, aumentam as preocupações com o corpo e surgem várias dietas que prometem perdas de peso rápidas e sem esforço, mas que são perigosas para a saúde das pessoas, contribuindo para a redução da massa magra do corpo ou perda de massa muscular o que pode aumentar o risco de fraturas osteoporóticas”, alerta Rodrigo de Abreu, nutricionista na clínicacuf alvalade.

E acrescenta: “As perdas de peso bruscas raramente se devem apenas a uma redução de gordura, havendo também deterioração do tecido muscular e/ou desidratação, o que não é seguro para a saúde. Só um plano alimentar personalizado, de preferência acompanhado de atividade física regular, permite um emagrecimento saudável e duradouro.” O nutricionista recomenda ainda: “Uma das melhores formas de vigiar o seu emagrecimento é através de um exame de densitometria óssea, para garantir que está a perder gordura sem afetar a massa magra”.

“Agora que o Verão está à porta, aproveite para criar o hábito de fazer alguma atividade física, inscreva-se em passeios pedestres ou caminhadas, junte-se a um grupo de dança, aproveite a piscina perto de sua casa ou compre uma bicicleta estática para pedalar em casa, enquanto vê televisão”, conclui Rodrigo de Abreu.

A densitometria óssea é um método quantitativo de avaliação da massa óssea que também fornece dados importantes acerca da composição corporal nomeadamente a quantidade de massa magra ou de gordura corporal. Este exame deve estar integrado em programas de emagrecimento ou reforço muscular através do exercício.

A Unidade de Nutrição da clínicacuf alvalade realiza mais de 300 consultas por ano.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *