Reguengos de Monsaraz, Sociedade

Reguengos de Monsaraz constituiu Equipa de Intervenção Permanente de proteção civil

O Município de Reguengos de Monsaraz e a Associação Humanitária – Bombeiros Voluntários de Reguengos de Monsaraz criaram uma Equipa de Intervenção Permanente constituída por cinco elementos, nomeadamente o chefe de equipa e quatro bombeiros. Após a candidatura elaborada por estas duas instituições, foi assinado um protocolo com a Autoridade Nacional de Proteção Civil que oficializou esta equipa

 

A Equipa de Intervenção Permanente de Reguengos de Monsaraz visa assegurar, em permanência, o socorro às populações. As suas missões são o combate a incêndios, socorro às populações em caso de incêndios, inundações, desabamentos, abalroamentos e todos os acidentes ou catástrofes, socorro a náufragos e socorro complementar, em segunda intervenção. Esta equipa tem ainda como funções o desencarceramento ou apoio a sinistrados no âmbito da urgência pré-hospitalar, minimização de riscos em situações de previsão ou ocorrência de acidente grave e colaboração em outras atividades de proteção civil, no exercício das funções específicas que são cometidas aos corpos de bombeiros.

 

As equipas de intervenção permanente atuam na área geográfica dos municípios, podendo em situações excecionais, de reconhecida necessidade, agir fora dessa área, mediante solicitação do comando distrital e autorização do presidente da câmara municipal respetiva. Estas equipas surgem no âmbito do Decreto-Lei n.º 247/2007, de 27 de junho, que fixou o regime jurídico aplicável à constituição, organização, funcionamento e extinção dos corpos de bombeiros no território nacional e que veio estabelecer a possibilidade dos corpos de bombeiros voluntários ou mistos detidos pelas associações humanitárias de bombeiros disporem de equipas de intervenção permanente, nos municípios em que tal se justifique.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *