Cultura, Porto de Mós, Sociedade

Municipio de Porto de Mós prepara edição de um livro sobre “O Desastre da Escola”

Em 8 de Dezembro de 1936 Porto de Mós assistiu a uma das maiores tragédias humanas registada até aos dias de hoje. No decorrer de uma cerimónia religiosa a Escola de Porto de Mós, onde decorria o evento, abateu provocando a morte a 36 crianças e 8 adultos, num total de 42 vítimas, entre centenas de feridos.

No seguimento da comemoração dos 76 anos da tragédia, que se comemoram a 8 de Dezembro do presente ano, a Câmara Municipal de Porto de Mós decidiu editar um livro sobre “O Desastre da Escola”.

A obra pretende homenagear as vítimas, os familiares e os sobreviventes do acidente relatando e contextualizando os acontecimentos históricos que deram origem à cerimónia, apresentando uma série de depoimentos dados na primeira pessoa por quem viu e sobreviveu ao desastre e ainda reunindo uma série de documentos oficiais e de meios de comunicação da época que são prova concreta da dimensão internacional que esta tragédia alcançou.

Para além da equipa técnica este é um livro que dá o papel principal aos testemunhos vivos deste acidente, que contam, por palavras próprias, a experiência vivida naquele dia.

O lançamento do livro está previsto para o dia 8 de Dezembro de 2012, numa cerimónia que pretende reunir todos os participantes do livro, vítimas e familiares num momento de reflexão, análise e homenagem.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

  1. devem chamar técnicos de matemática
    vejamos
                    36 + 8 = 42
    na minha terra
    são
                    36 + 8 = 44 (quarenta e quatro) 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *