Portimão, Sociedade

Centro de Interpretação de Alcalar em Portimão recebeu mais de 1500 visitantes em apenas dois meses

Desde que reabriu ao público em finais de março passado, o Centro de Interpretação de Alcalar já recebeu cerca de 1600 visitantes, à descoberta dos monumentos megalíticos, numa viagem no tempo até há cinco mil anos, para conhecer de perto este valioso património pré-histórico

 

Motivo de atração são também as oficinas de cerâmica pré-histórica e todas as outras atividades ligadas ao quotidiano, promovidas regularmente, as quais possibilitam conhecer de perto os processos e materiais utilizados por esta comunidade pré-histórica.

 

O trabalho desenvolvido pelo Museu de Portimão em prol da preservação e divulgação do património histórico do município foi mais uma vez reconhecido, através do convite de parceria que acaba de ser feito pelo Centro Ciência Viva do Lousal, após recente visita a Alcalar.

 

O projeto em preparação por aquele Centro, localizado no concelho de Grândola, visa criar um percurso de 12 km em bicicleta com paragem junto a quatro monumentos megalíticos existentes na zona, estando já agendadas duas atividades para os primeiros dias de setembro próximo e que serão animadas pela equipa do Museu de Portimão, na sequência de uma parceria a estabelecer entre as duas entidades.

 

O Centro de Interpretação de Alcalar tem gestão partilhada entre a Direção Regional de Cultura do Algarve e o Município de Portimão, podendo ser visitado de terça-feira a sábado, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 16H30 (horário em vigor até 31 de junho), com ingressos a 2 euros.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *