Desporto, Porto de Mós

Ecopista de Porto de Mós foi Inaugurada

Ontem, 5 de junho, foi inaugurada a Ecopista de Porto de Mós, uma obra de requalificação da antiga linha de caminho de ferro das minas de carvão da Bezerra, apoiada pelo QREN, que exigiu um investimento de cerca de 486 mil euros.

A cerimónia de inauguração teve início pelas 10h00, junto ao campo de futebol da Bezerra, com o descerramento da placa. O Presidente da Câmara Municipal de Porto de Mós, João Salgueiro, salientou a importância de uma obra que reúne, num mesmo local, a oferta de um espaço de desporto e lazer à população, em perfeita harmonia com o meio ambiente, ao mesmo tempo que preserva uma parte da história do concelho, associada à extração mineira e à produção de eletricidade.

O desenlace simbólico da fita deu o mote para os presentes iniciarem o percurso pedestre, de cerca de 6 km, e conhecerem o espaço que inclui 7 estadias observatórias e uma série de informação histórica, paisagística, floral, faunística e geomorfológica que poderá responder às questões dos mais curiosos.

Sendo, também, o Dia do Mundial do Ambiente, agregado à inauguração esteve a finalização do projeto Agir Verde, promovido pela Revista Invest, pela SIMLIS e pelos municípios de Porto de Mós, Leiria, Batalha, Marinha Grande e Ourém.

O Projeto Agir Verde baseia-se num concurso de ideias, propostas e projetos no âmbito da sustentabilidade e ambiente, com vista à promoção do empreendedorismo jovem nestas áreas.

 

O projeto foi lançado em Dezembro, no Centro Ambiental de Leiria, seguindo-se um road show de apresentação do concurso a cerca de 500 alunos das escolas envolvidas – IPL – Instituto Politécnico de Leiria, ISDOM – Instituto Superior D. Dinis, EPO – Escola Profissional de Ourém, EHF – Escola de Hotelaria de Fátima, EPL – Escola Profissional de Leiria e EPAMG – Escola Profissional de Artes da Marinha Grande.

O objetivo foi sensibilizar os alunos do ensino superior e profissional para a sustentabilidade ambiental, desafiando-os a transformar ideias em propostas concretas, executáveis e enquadráveis num conjunto de locais sugeridos pelas próprias câmaras municipais. Lagoa da Ervedeira (Leiria), Nascente do Agroal, Passeios pedestres no Pinhal de Leiria (Marinha Grande), Pedreira da Barrosinha (Batalha) e Centro de Desportos de Ar Livre de Alvados (Porto de Mós) foram algumas das sugestões apresentadas aos alunos, tendo sido aproveitadas como fonte de inspiração para a elaboração de algumas ideias de projetos.

A avaliação das propostas a concurso foi efetuada por um júri formado por responsáveis da SIMLIS, revista INVEST e câmaras municipais de Batalha, Leiria, Marinha Grande, Ourém e Porto de Mós, tendo privilegiado a sustentabilidade do conceito, a qualidade da ideia, a apresentação da proposta, a interactividade com a região e a viabilidade do projeto. A partir da ponderação destes fatores, foram escolhidos três projetos revelados, também, ontem, nas Grutas de Mira de Aire, numa pequena cerimónia que decorreu após a visita à Maravilha Natural de Portugal e de onde saíram vencedores os projetos Ecoparcum Radicalis de Fátima (Escola de Hotelaria de Fátima), em primeiro lugar, Parque Desporto Aventura Minde-Mira de Aire (Escola de Hotelaria de Fátima), em segundo lugar e Caminhos do Oeste (Escola Profissional e Artística da Marinha Grande), em terceiro lugar.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *