Cultura, Tomar

Concerto de Piano por José Eduardo Martins em Tomar

José Eduardo Martins, pianista brasileiro de renome, iniciou os seus estudos musicais com o professor russo José Kiass tendo trabalhado mais tarde em Paris, com Marguerite Long e Jean Doyen.

Foi precisamente durante a sua estadia em Paris que conheceu e manteve contactos com Fernando Lopes-Graça de quem se tornou amigo e admirador.

Nos últimos anos, a convite da Casa Memória Lopes-Graça esteve várias vezes em Tomar, realizando concertos em que apresentou primeiras audições de obras do compositor tomarense, como foi o caso de “Cosmorama” e de “Canto de Amor e de Morte (versão para piano)”.

Neste seu regresso a Tomar, além do concerto realizará, em simultâneo, o lançamento de dois CD’s gravados na Bélgica onde estão incluídas as obras estreadas na cidade de Tomar.

O concerto que o pianista realizará, no Auditório da Biblioteca Municipal, a 11 de Junho, pelas 21h30, está integrado nas comemorações do ano Portugal/ Brasil e consta de um programa que  confronta compositores portugueses e brasileiros, dois do século XX (Francisco Mignone – Lopes-Graça) e dois do século XXI, Francisco do Nascimento e Eurico Carrapatoso, sendo que deste último compositor será  estreada uma peça – Missa sem palavras (2012) 1ª audição  (Cinco Estudos Litúrgicos para Piano).

Como pianista, José Eduardo Martins realizou vários ciclos com as integrais de Debussy, Rameau, Mussorgsky e Francisco Lacerda, tendo 18 CD’s gravados na Bélgica, Bulgária e Portugal.

Como musicólogo é autor de diversos livros, tendo realizado, paralelamente, edições críticas das obras do compositor romântico brasileiro Henrique Oswald (1852-1931), por ele redescoberto.

José Eduardo Martins é Doutor Honoris Causa pela Universidade Constantin Brancusi da Roménia e Académico Honorário da Academia Brasileira de Música. Recebeu a Ordem do Rio Branco e, do Rei Alberto II da Bélgica, a comenda “Officier das Lórdre de la Couronne”.

Para além de continuar a sua actividade de pianista, é Professor jubilado da Universidade de São Paulo,  onde dirigiu o Departamento de Comunicações e Artes.

Será assim um concerto de um elevado interesse e nível artístico aquele que será proporcionado ao público tomarense no Auditório da Biblioteca Municipal, com entradas livres.  

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *