Cultura, Vale de Cambra

Concerto intimista dos Fado Violado seduziu jardim central de Vale de Cambra

Os Fado Violado levaram, ao jardim central de Vale de Cambra, a corrente musical recentemente coroada como património da humanidade, mas recriada com a densidade e o ritmo “colorido” do flamenco.

Várias dezenas de pessoas deixaram-se seduzir pela proposta cultural que o projecto ConViver lançou para a passada sexta-feira, dia 25 de Maio, e escolheram passar a noite ao ar livre, ao som das interpretações de Ana Pinhal (voz), Francisco Almeida (guitarra espanhola) e David Baltasar (contrabaixo), com temas como “Casa Portuguesa” ou “Rosinha dos Limões”.

Os três provaram que, afinal, de Espanha também pode vir bom casamento: com efeito, “serviram” um fado perfeitamente integrado no ritmo tipicamente sevilhano do flamenco, de onde pontificava a mestria do dedilhado na guitarra.

 

Sobre o ConViver Vale de Cambra

O Projecto de Regeneração Urbana ConViver Vale de Cambra visa desenvolver uma estratégia integrada de intervenção no espaço urbano de Vale de Cambra, privilegiando a implementação de operações qualificantes do seu potencial paisagístico, humano, cultural e social.

A execução do PRU engloba não só ações materiais (como a construção do Parque Urbano, a Recuperação do Edifício dos Paços do Concelho ou recuperação e substituição do mobiliário urbano no centro da cidade) mas também imateriais.

Estas últimas pretendem a dinamização da cidade e o reforço da competitividade regional de Vale de Cambra – através da realização de atividades de que o concerto dos fado Violado foi exemplo, além de muitas outras de cariz cultural, social, educativo, recreativo e desportivo.

É objetivo central do Projeto promover a fixação da população pelo reforço da identidade e da imagem da cidade, materializada  através da promoção da educação ambiental, do desporto de lazer e da vida saudável, da integração social e  da aproximação dos cidadãos à cultura.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *