Castro Marim, Cultura, Turismo

Ana Sofia Varela no Festival Internacional do Caracol em Castro Marim

Empada de caracol, cerveja e a música da fadista Ana Sofia Varela, do grupo Anonima e da Banda Couleur Café, são alguns dos ingredientes que vão apaladar o gosto e o apetite dos visitantes que, entre 01 e 03 de junho, se deslocarem ao Festival Internacional do Caracol, em Castro Marim, no Revelim de Santo António.

Durante três dias, na Colina do Revelim de Santo António, poderão ser saboreados os melhores caracóis confecionados no Algarve, no país, mas também por chefs de cozinha espanhóis, franceses e marroquinos que, decerto, irão surpreender com receitas deliciosas, deste afamado petisco.

Em termos musicais, a sexta-feira, o 1º dia do festival ficará marcado pelas participações dos guitarristas João Cuña e Luís Fialho, com o espetáculo “Amar Guitarra”, seguindo-se, às 22.30 horas, um concerto de Ana Sofia Varela, uma das vozes mais aclamadas do chamado novo fado. Durante a atuação, a fadista fará um percurso pelo seu repertório noite, com destaque para o álbum “Fado de Amor e Pecado”.

Uma das novidades desta edição do Festival Internacional do Caracol é o lançamento da empada de caracol pelos representantes do Festival do Caracol Saloio de Loures. Uma nova receita, confecionada ao vivo, destinada a conquistar novos apreciadores.

No sábado, haverá  música e dança, de influência Árabe, com o dueto “Selam” e um espetáculo do grupo Anonima Nuvolari.

No recinto do festival, haverá diversas tasquinhas com doceiras do concelho que vão apresentar alguns dos nossos melhores doces, como as tradicionais filhós, o dom Rodrigo, sem esquecer a muito apreciada torta de alfarroba.

O cartaz musical do Festival Internacional do Caracol, em Castro Marim, termina dia 03 de junho com um concerto pela Banda Couleur Café, “o tempo de uma noite, fazendo ressurgir a força das suas palavras ou jogos de palavras”, antecedido pela participação da Escola de Dança Gracia Diaz, que traz consigo os sons do flamenco.

Afirmar Castro Marim como a capital dos caracóis do Algarve e divulgar a cozinha e cultura mediterrânicas continuam a ser o desiderato da Autarquia com a realização do Festival Internacional do Caracol.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *