Cultura, Portimão

Teatro genuinamente popular na Figueira e na Mexilhoeira Grande em Portimão

Os apreciadores da Revista à Portuguesa, uma das mais genuínas expressões do teatro popular, podem assistir atualmente a dois divertidos espetáculos promovidos por coletividades da freguesia da Mexilhoeira Grande e que contam com o apoio da Câmara de Portimão.

 

Os amadores da Sociedade Recreativa Figueirense estão a apresentar a Revista à Portuguesa “Muda o disco e troica à mesma”, que pode ser vista na sala da coletividade todas as sextas-feiras e sábados, às 21h30.
A crítica social e o dia-a-dia da Figueira e suas gentes são os principais motes para o humor protagonizado por duas dezenas de carolas locais, que advertem para o facto de qualquer semelhança com a realidade ser pura coincidência.

 

Este espetáculo popular de entrada livre mantém uma tradição nascida em 2002 e conta com os apoios institucionais da Câmara Municipal de Portimão e da Junta de Freguesia da Mexilhoeira Grande, podendo as reservas ser feitas para o telefone 282 968 805, a partir das 17h00.
Por sua vez, o Teatro Experimental da Mexilhoeira Grande continua a apresentar o espetáculo “É tude farinha do méme saque”, que pode ser vista no Centro de Instrução e Recreio Mexilhoeirense às sextas-feiras e sábados, pelas 21h30, também com entrada livre.

 

Com diversas sátiras políticas versando personalidades nacionais e locais, são tratados de forma divertida os principais temas do momento, em duas horas e meia repletas de quadros humorísticos e musicais.

 

Esta manifestação eminentemente popular conta com a direção artística de Linda Martins e realiza-se desde 2001, contando este ano com um elenco composto por 15 atores amadores.

 

Para reserva de bilhetes, os interessados devem ligar para o número 967 174 468, garantindo assim lugar para assistirem a esta produção apoiada pela Câmara Municipal de Portimão e pela Junta de Freguesia mexilhoeirense.

 

Em ambos os casos, os espetáculos estarão em cena enquanto houver procura por parte do público.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *