Economia, Oliveira de Azeméis, Sociedade

Empresários do concelho de Oliveira de Azeméis debatem o compromisso social

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis reclamou «uma sociedade mais justa e equilibrada».
A afirmação foi proferida durante o pequeno-almoço que decorreu esta manhã, no Centro Lúdico, numa atividade conjunta da autarquia e da Associação Empresarial do Concelho de Oliveira de Azeméis (AECOA) que reuniu empresários do concelho e instituições de ação social.
«Se todos participarem, se todos ajudarem, se todos contribuírem e dedicarem uns minutos às causas sociais, seguramente estaremos a proporcionar mais e melhor qualidade de vida a todos», afirmou Hermínio Loureiro.
Para o autarca, «o concelho é muito conhecido e tem uma projeção internacional muito forte graças à sua classe empresarial».
«Os nossos empresários têm demonstrado uma coragem enorme, transformando as dificuldades em oportunidades e contribuindo para as causas públicas ao serem parceiros ativos na implementação das políticas municipais».
«Este é o momento em que precisamos de partilhar experiências e de encontrar soluções enquadradas, definindo parcerias, estratégias e objetivos, através de um planeamento», declarou o edil.
O encontro de empresários, integrado no programa municipal do Ano Europeu do Envelhecimento Ativo e da Solidariedade entre Gerações, teve como objetivo promover o debate e a reflexão em torno da temática da responsabilidade social e sensibilizar as organizações para as vantagens da sua integração.
Simoldes, Moldoplástico, Afer e Comansegur foram algumas das empresas que estiveram representadas.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

  1. sim sim até parece que n~há filhinhos e enteados e afilhados dos senhores que tal que até têm emprego na fabrica dos papas e ainda mamam RSI entre outras palhaçadas! deviam sim investigar isto td mas nem lá perto passam pois n interessa! é triste mas é o país que temos e a cidade que temos, pois agr ao fim de mts anos se preocupam com o social! social esse que já há mais de 20 anos em azemeis so funcionava para quem tinha o cartao do partido na presidencia da autarquia! mas vá lá, será que vai ser desta que vao deixar de olhar para o umbigo deles e “governarem” e “evoluirem” e lutarem por uma evoluçao drastica desta cidade? ou vai ser mais do msm? para alguns e para os senhores tais e que se lixe o bem comum?…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *