Cultura, Felgueiras

Dar Corda aos Sapatos em Felgueiras

Dar corda aos sapatos é o nome da iniciativa que vai animar a cidade de Felgueiras no próximo fim-de-semana, 18, 19 e 20 de maio. A organização da ação surge numa lógica de estimular despertar a consciência das pessoas e instituições para a importância do setor do calçado no concelho de Felgueiras.

A ação coorganizada pela Paróquia de Margaride, Câmara Municipal de Felgueiras, ACLEM – Arte Cultura e Lazer E.M., EPF – Escola Profissional de Felgueiras, AEF – Associação Empresarial de Felgueiras e APICCAPS – Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e seus Sucedâneos, decorre de 18 a 20 de maio.

A iniciativa inicia no dia 18 de maio, às 14h30, Largo Pe. Urbano Castro com a realização de um Simpósio de Pintura. Às 20h00 haverá um Arraial Popular. A Casa das Artes apresenta um documentário ‘Ofício de Sapateiro’ às 21h30.

No dia 19 de maio, às 20h00, estreia uma peça de teatro, “A menina dos sapatos de Corda”, na Casa das Artes. Está agendado para as 21h30 um jantar/convívio de homenagem aos industriais de calçado, com a presença do Bispo do Porto D. Manuel Clemente.

No último dia, 20 de maio, haverá um desfile do ‘Dar Corda Aos Sapatos’, pelas 16h00.

Às 19h00, será celebrada uma missa de agradecimento na Igreja de Margaride, com a
presença de D. Ximenes Belo.

Refira-se que esta iniciativa consiste na promoção de várias ações dirigidas a públicos diferentes.

A primeira passou por propor a todos os Agrupamentos de Escolas do concelho, à Escola Profissional de Felgueiras, à Universidade Sénior (de Felgueiras e da Lixa) e às crianças que frequentam a Catequese Paroquial de Margaride que transformassem sapatos usados.
Esta ação tem como finalidade envolver um grande número de pessoas, sobretudo os mais novos, a transformar um par de sapatos que já não se usam em objetos artísticos.

Outro trabalho desenvolvido denominou-se ‘Uma forma, muitos sapatos’. Nesta ação, os participantes produziram uma série de 6 formas, acima do tamanho 100, em vários materiais (ferro, esferovite, madeira, pvc…) que vão ser pintadas pelos artistas plásticos – Alberto Péssimo, José Emídio e Carlos dos Reis, durante o simpósio. Estes trabalhos ficarão expostos na sede de algumas instituições felgueirenses, fábricas de calçado, etc.

Também foi promovido um concurso de fotografia. Uma iniciativa que pretendeu permitir aos participantes descobrir pessoas, objetos, lugares, modos de fazer e memórias ligados à indústria de calçado no concelho de Felgueiras, e desenvolver o espírito de curiosidade e invenção.

Ainda no âmbito desta atividade será apresentada uma Peça de Teatro, denominada ‘A Menina dos sapatos de corda’, um drama em 3 atos da autoria de Jorge Cunha.

Engloba-se neste projeto também um concurso de montras, de forma a envolver a atividade comercial com o calçado.

A ação prevê ainda a produção de um livro-documento onde serão guardadas as memórias destas iniciativas.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *