Cultura, Fundão, Portimão

Festival internacional PUFF propõe o ‘lado B’ do cinema em Fundão e em Portimão

O PUFF – Portugal Underground Film Festival, que se realizará simultaneamente nas cidades do Fundão e de Portimão entre 8 e 16 de junho, apresenta a inovadora proposta de descentralizar o acesso à cultura e promover a difusão de filmes alternativos e experimentais.

 

O mais jovem festival internacional de cinema de Portugal dividir-se-á pelo Museu de Portimão, que opera como montra do património histórico, etnográfico e industrial da cidade, e pela Moagem – Cidade do Engenho e das Artes do Fundão, que funciona como um veículo de distribuição da oferta artística e cultural do município beirão.

 

Outro dos objetivos dos promotores é incutir uma nova forma de olhar filmes menos comerciais e assumidamente alternativos e experimentais, de ficção ou documental, curtas ou longas-metragens, que dificilmente chegariam às salas de cinema através da distribuição convencional.

 

O festival está dividido por quatro categorias em competição (longas-metragens, curtas-metragens, Doks e U-Can), devendo todos os filmes ser posteriores a 2010 e inéditos no nosso país, à exceção das películas nacionais.

 

Os documentários têm de abordar temas pouco divulgados e até mesmo tabu na sociedade, sendo que na categoria U-can os estudantes de várias escolas de cinema portuguesas terão a oportunidade de mostrar o seu trabalho.

 

A seleção oficial da edição de estreia do PUFF inclui um total de 97 filmes provenientes de 27 países, constando 13 longas-metragens, 16 documentários e 68 curtas-metragens, das quais 17 portuguesas, a que acrescem cerca de 40 filmes das escolas de cinema lusas.

 

A sessão de abertura apresentará “Os 3” de Nando Olival, filme brasileiro sobre um triângulo amoroso que, ao aceitar envolver-se num “reality show caseiro”, transforma as personalidades de cada um, encerrando com “Snow on Tha Bluff”, um “documentário híbrido”, formato cinematográfico cada vez mais em voga. O realizador Damon Russell foi já considerado pela Filmmaker Magazine como uma das grandes promessas do cinema independente norte-americano.

 

Durante as 40 sessões do PUFF, o público poderá também ver, por exemplo, filmes como “Transmigration”, uma longa-metragem com sotaque brasileiro e produção americana, ou documentários únicos como o finlandês “Finnsurf”, sobre o surf nas águas gélidas do Mar Báltico e a produção norueguesa, “6ft Hick: notes from the underground”, que conta a vida da banda underground de mesmo nome, durante a sua turnê pela Europa.

 

Além dos troféus destinados ao vencedor de cada categoria, haverá o Prémio do Público, votado pela audiência das duas cidades, enquanto o júri, exclusivamente português, será composto por dois grupos, o primeiro avaliando as secções de longas-metragens e U-Can e o segundo a Doks e curtas-metragens.

 

Paralelamente ao PUFF, serão apresentadas duas exposições da fotógrafa portuense Cinda Miranda, pretendendo a 1P2L Produções Independentes, que organiza este singular evento de cinema, dar a conhecer Portugal perante os seus convidados internacionais como um país variado e ideal para a rodagem de filmes, fomentando desta forma o turismo e incrementando as oportunidades de negócio na área do cinema mundial.

 

Tendo como parceiros institucionais as Câmaras Municipais do Fundão e Portimão, a organização conta com as parcerias do Canal Q, do site de cultura alternativa Rua de Baixo, da revista de cinema Empire e ainda do portal LGBT dezanove e da Fnac Portugal, que exibirá alguns filmes nas suas lojas espalhadas pelo país.

 

 

 

Contactos PUFF:

Pedro Leitão, direção: info@p-u-f-f.com

Sara Oliveira, produção: so@p-u-f-f.com

Renata Amorim, assessora de imprensa e relações externas: ra@p-u-f-f.com

Site: http://www.p-u-f-f.com (lançamento previsto para o mês de Maio)

Facebook: http://www.facebook.com/portugalundergroundfilmfestival

 

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *