Lamego, Turismo

Montra da Cereja da Penajóia divulga potencial gastronómico deste fruto em Lamego

Os Amigos e Produtores da Cereja da Penajóia e a Câmara Municipal de Lamego têm como preocupação a defesa incondicional do que melhor existe no concelho. A cereja é um dos símbolos da freguesia da Penajóia e um dos alicerces da sua economia. Caracteriza-se, independentemente da sua qualidade e sabor, por ser das primeiras a aparecer nos mercados, marcando o desabrochar da produção frutícola da região do Douro.

Consciente da sua importância nesta região, os Amigos e Produtores da Cereja da Penajóia, com o apoio de diversas outras associações, promovem no fim de semana de 19 e 20 de maio, na Av. Dr. Alfredo de Sousa, a 2ª Montra da Cereja da Penajóia, com o objetivo de divulgar e oferecer, a quem visita este concelho, momentos de prazer e degustação deste fruto carnudo e doce, caracterizado por uma coloração intensa que vai do vermelho vivo ao vermelho-púrpura. Todos os produtores vão vender cada caixa de dois quilos a 5 euros, o mesmo preço praticado durante a primeira edição. O certame será ainda animado com a atuação ao vivo do Rancho Folclórico da Penajóia, da Escola de Concertinas de Lamego e da River Brass Band.

A cereja pode ser comida crua, ao natural ou em saladas de fruta, cristalizada, em compotas e até mesmo em bombons. Para aproveitar e divulgar todas as potencialidades gastronómicas deste fruto, os alunos da Escola de Hotelaria e Turismo do Douro-Lamego vão apresentar o workshop “Cereja, Vinhos e Espumantes”, convidando as pessoas a degustarem o resultado final destas experiências. Também serão vendidos licores e doces de Lamego.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *