Saúde

Workshop explora desafios na avaliação de dispositivos médicos

A Associação Portuguesa de Dispositivos Médicos (APORMED) vai promover no próximo dia 29 de Maio, pelas 14 horas, no Museu do Oriente, em Lisboa, um workshop sobre avaliação de tecnologias da saúde. A iniciativa destina-se aos associados, empresas do sector e outros profissionais interessados no tema.

“Com esta iniciativa pretendemos contribuir para um maior esclarecimento sobre o importante papel dos dispositivos médicos no sector da saúde. Pretendemos também incentivar o debate sobre a avaliação de tecnologias da saúde em Portugal, contanto com um painel de especialistas nesta matéria”, explica Humberto Costa, Secretário-Geral da APORMED.

O workshop conta com a participação da Presidente da Associação Portuguesa de Economia da Saúde, que vai apresentar o actual modelo de financiamento de tecnologias inovadoras em Portugal, e de um especialista da Universidade de York, que irá abordar os desafios na avaliação de dispositivos médicos, exemplificando com a perspectiva do Reino Unido.

Pelas 16h30, a APORMED promove uma mesa redonda com a presença de Hélder Mota Filipe (vice-presidente do INFARMED); Rui Ivo (vice-presidente da ACSS); Gouveia Pinto (economista do ISEG); Rui Teles (médico do Hospital de Santa Cruz) e Pascale Brasseur (EUCOMED), onde se irá debater a capacidade de implementação e o modelo do sistema de avaliação de tecnologias de saúde em Portugal.

A inscrição neste curso de formação tem um custo de 30 euros para associados da APORMED ou estudantes e de 125 euros para não associados. Pode ser efectuada online no website da APORMED em www.apormed.pt ou através do email: apormed.eventos@gmail.com

O sector de dispositivos médicos é caracterizado por empresas que investem regular e fortemente na inovação, de forma a permitir o acesso dos doentes a terapias associadas a importantes ganhos em saúde.

 

A APORMED, a maior associação nacional das empresas que actuam no sector dos dispositivos médicos e tecnologias para a saúde, foi fundada em 1990 e conta actualmente com 47 empresas que representam cerca de 60% do mercado de dispositivos médicos avaliado em cerca de 720 milhões de euros.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *