Cultura, Montijo

José Brissos Lino apresenta “O homem que vivia para trás” noi Montijo

A Câmara Municipal do Montijo continua a promover a iniciativa “À conversa com escritores” no auditório da Biblioteca Municipal Manuel Giraldes da Silva. Desta vez, no dia 3 de maio, às 17h00 terá lugar a apresentação do livro “O homem que vivia para trás” de José Brisso Lino, reitor da Uniseti (Universidade Sénior de Setúbal).

“O homem que vivia para trás” é o último livro de José Brissos Lino e o seu primeiro romance. A obra será apresentada por Fernando Dacosta, jornalista premiado e escritor galardoado com mais de 20 livros publicados nos géneros de reportagem, teatro, romance, narrativa e conto.

José Brissos Lino é psicoterapeuta, docente universitário, reitor da Universidade Sénior de Setúbal, presidindo ao Conselho Geral da RUTIS (Rede das Universidades da Terceira Idade).

É colunista em jornais locais e regionais de Setúbal e, habitualmente, conferencista em congressos e outros eventos. Tem estado ligado a diversas instituições culturais, humanitárias e de solidariedade social. Escreve, regularmente, poesia e dramaturgia, tendo alguns trabalhos publicados e uma presença regular na blogosfera.

Integra a Comissão de Honra das comemorações do Ano Europeu do Envelhecimento Ativo e da Solidariedade entre Gerações 2012, promovidas pela RUTIS, presidida por Vasco Graça Moura.

 

Sinopse da obra:

Samuel Bernardes leva uma vida profissional intensa, como jornalista de televisão. Durante a cobertura de uma campanha eleitoral no interior norte é apanhado numa armadilha. Descobre então que sofre de leucemia e começa uma batalha contra a doença, na esperança de encontrar um dador de medula compatível. A única esperança é um irmão mais novo que vive no estrangeiro, com quem se incompatibilizou há vinte anos e cujo paradeiro exato desconhece.

Para se manter vivo enquanto espera localizá-lo dedica-se a escrever as memórias de infância e adolescência – passadas num bairro popular lisboeta, o Alto do Pina – que vão sendo publicadas por um jornal diário, aí encontrando um suplemento de energia que o vai mantendo de pé.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *