Sociedade, Vila Franca do Campo

Projeto “Espaço Verde Vivo”, um espaço ecológico de lazer, lúdico e pedagógico, marca início da 2ª Semana Verde em Vila Franca do Campo

oi no salão nobre dos paços do concelho que a Vice-Presidente da Câmara, Nina Rodrigues Pinto, responsável pelo pelouro do Ambiente, apresentou o projeto “Espaço Verde Vivo”, que marcou o arranque da segunda edição da Semana Verde em Vila Franca do Campo.

 

A Semana Verde é uma iniciativa anual do pelouro do Ambiente da Câmara Municipal de Vila Franca do Campo que tem como principal objetivo sensibilizar a população do concelho para a problemática da conservação da natureza e preservação do Ambiente, promovendo a educação ambiental, o respeito pelos valores do ambiente e a preservação dos recursos naturais, valorizando e defendendo, assim, o património natural de Vila Franca do Campo.

 

O projeto “Espaço Verde Vivo” vai reabilitar uma zona do Jardim António da Silva Cabral, na entrada poente da Vila, que tem vindo a ser utilizada como viveiro municipal de plantas, conferindo-lhe novas valências que incluem um espaço lúdico infantil, zonas verdes com canteiros de espécies endémicas e de interesse cultural, um espaço educacional, uma zona de alojamento para aves, tanque de peixes ornamentais, viveiros de plantas e estufa para produção de composto orgânico.

 

A clara aposta da Câmara Municipal de Vila Franca do Campo, através do seu Pelouro do Ambiente, num futuro sustentável para o concelho, que passa pela progressiva sensibilização da população para as questões ambientais, revela-se neste novo projeto do Espaço Verde Vivo, que foi idealizado de forma a corporizar um bom exemplo de como, mesmo com poucos recursos, se pode criar um espaço ecológico,

 

O Espaço Verde Vivo, que está a ser desenvolvido pelo Gabinete Técnico Municipal e será objeto de candidatura ao financiamento comunitário do FEDER, ao abrigo do Programa PRORURAL através da ASDEPR, comportará:

 

–          Ornamentação dos canteiros com espécies endémicas e espécies de interesse cultural;

–           Utilização de mobiliário urbano, nomeadamente papeleiras e bancos, em material reciclado;

–           Construção de um sistema de aproveitamento das águas pluviais para rega dos espaços verdes existentes;

–          Utilização de energia renovável, através da implementação, no local, de painéis fotovoltaicos;

–           Construção de uma estufa para fabrico próprio de composto orgânico;

–           Colocação de exemplares de aves, em cortiça;

–           Colocação de meios para deposição seletiva dos resíduos;

–           Criação de uma área para ações de sensibilização ambiental e disponibilização de panfletos educacionais.

 

Antes da apresentação do projeto Espaço Vivo, o Presidente da Câmara Municipal congratulou-se com a ação do pelouro do ambiente, que sabe fazer muito e bem com poucos recursos, o que vai ao encontro da realidade financeira do concelho.

 

António Cordeiro referiu o simbolismo do Espaço Verde Vivo visar a recuperação e requalificação paisagística de um espaço anexo ao Jardim António da Silva Cabral, assim chamado em homenagem a um distinto Presidente da Câmara de Vila Franca do Campo que, tal como ele próprio era médico de profissão.

 

Na ocasião, por sua vez, a Diretora Regional dos Recursos Florestais Engª Anabela Isidoro louvou a ação da autarquia nas questões ambientais, referindo especificamente a iniciativa da semana verde que desde a sua criação, no ano passado, se inicia com uma Mostra de Plantas Endémicas, com distribuição de plantio, para o que conta com a total cooperação da sua Direção Regional.

 

A Diretora Regional recordou o grande investimento que tem sido feito pela Região na área da reflorestação, com a criação de viveiros que possibilitam a produção e plantação das endémicas, e salientou a importância da participação e empenho das autarquias em “aproveitar os recursos e divulgar o que é nosso”.

 

 

O primeiro dia Semana Verde prosseguiu com a Mostra de Plantas Endémicas, com distribuição de plantio, no Largo do Município, e à tarde teve lugar a Inauguração da horta biológica da Escola Profissional de Vila Franca, que incluiu uma prova de chá preparada e servida por formandos.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *