Arouca, Cultura

Exposição de ilustração de Danuta Wojciechowska, até 30 de abril, na biblioteca de Arouca

Na biblioteca municipal de Arouca vai estar patente, entre 30 de março e 30 de abril, uma exposição da autoria da ilustradora Danuta Wojciechowska, composta por 20 trabalhos que integraram as edições dos livros infantis “O coelho branco” e “O sonho de Mariana”, ambos escritos por António Mota.

 

Esta conceituada artista canadiana tem “uma maneira particular de ilustrar, sendo fácil reconhecer o seu trabalho. As crianças que cria, baseadas nas histórias, sabem desprender-se das palavras e do real, criando um discurso visual polissémico, uma atmosfera de sonho, em que os olhos do recetor têm de percorrer toda a ilustração, juntando os diversos elementos como se de um puzzle se tratasse, passeando pelas várias perspetivas que jogam entre si.

 

Temos personagens que se entrecruzam e atravessam, na vertical, na horizontal e na diagonal, objetos suspensos, estantes, paredes, portas e janelas tortas. Os longos cabelos das meninas deixam um rasto que atravessa toda a ilustração, como se fossem soprados pelo vento. Assim como os cavalos e os gatos desenham nas suas corridas e saltos trilhos feitos de estrelas. As cores são sempre fortes e vibrantes. Em Danuta, nada é linear, tudo é poético”.

 

Este modo de sentir a arte de Danuta Wojciechowska está impresso no blogue “O lobo leitor” dedicado à literatura infantil, onde a sua autora nos revela o sentido do belo na imaginação desta ilustradora que traz, agora, até Arouca, uma série de trabalhos merecedores de uma visita dos apaixonados pela arte.

 

Percurso biográfico

 

Danuta Wojciechowska nasceu em 1960 no Québec, no Canadá, com ascendência Suíça e Polaca Formada em design de comunicação, na Escola Superior de Design de Zurique, fez uma pós-graduação em educação pela arte de Emerson College, na Inglaterra. Vive e trabalha em Lisboa desde 1984, onde dirige o atelier Lupa Design.

 

Recebeu o Prémio Hans Christian Andersen e o prémio para o melhor livro ilustrado da FIBDA. No mesmo ano foi selecionada para a exposição internacional da Feira do Livro para Crianças de Bolonha. Em 2003, o livro “O Gato e o Escuro” foi selecionado pelo “The White Ravens” – A Selection of International Children’s and Youth Literature. Neste mesmo ano, foi uma das ilustradoras selecionadas para a Exposição Internacional de ilustradores da Feira do Livro Infantil de Bolonha, com itinerância nos principais museus do Japão, pelas ilustrações do livro “Mouschi, o gato de Anne Frank”. Em 2008 /09, participou na exposição de ilustração portuguesa “Ilustrações.pt”.

 

É docente de ilustração no Instituto Superior de Educação e Ciências, colabora no mestrado de ilustração da mesma faculdade, assim como na pós-graduação sobre o livro infantil na Universidade Católica. Dinamiza oficinas de ilustração para adultos, jovens e crainças que promovem a criatividade e a literacia visual ligada ao livro infantil.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *