Póvoa de Lanhoso, Sociedade

PROVE arranca na Póvoa de Lanhoso

No âmbito do projeto PROVE que está a arrancar na Póvoa de Lanhoso, a ATAHCA (Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave) promoveu uma reunião com os parceiros com o objetivo da realizar o balanço e definir a estratégia de implementação de núcleos PROVE na região do Alto Cávado.

 

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, através da Técnica do Gabinete de Apoio ao Bioagricultor, fez um ponto de situação das ações já realizadas e das que pretende desenvolver brevemente para lançar o núcleo da Póvoa de Lanhoso em maio deste ano.

 

Nesse sentido, estiveram já presentes nesta reunião sete potenciais produtores aderentes ao PROVE no nosso concelho e, ao nível de parceiros, estiveram presentes técnicos da ATAHCA e de mais três associações de concelhos vizinhos (Terras de Bouro, Vila Verde e Barcelos).

 

Durante esta reunião, definiu-se que será elaborado um calendário das várias ações a desenvolver nos vários concelhos, que será divulgado pela ATAHCA, e que serão promovidas ações de sensibilização e de informação sobre o projeto em cada um dos concelhos destinadas a potenciais consumidores. Ficou ainda estabelecido que cada mediador do PROVE, em cada concelho, organizará uma ação de formação aos seus produtores para esclarecimento da metodologia do núcleo.

 

Esta reunião de trabalho decorreu no dia 9 de março, no Centro de Interpretação Carvalho de Calvos, tendo participado, no total, 14 pessoas, entre técnicos/as e futuros/as produtores/as PROVE da Póvoa de Lanhoso.

 

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso está a prestar o auxílio técnico através do Gabinete de Apoio ao Bioagricultor e tem já previstas em plano de ação várias ações de sensibilização para consumidores tipo e formação para produtores.

 

As ações de sensibilização para consumidores são fundamentais para haver garantia de escoamento dos produtos agrícolas com regularidade. Destinam-se a um público-alvo caracterizado por valorizar produtos locais, variados, de época, com qualidade acrescida e a mais-valia do contacto direto com o produtor dos mesmos. A ação de formação aos produtores está prevista para dia 21 de março e irá designar-se por “Oficina para Produtores PROVE”.

 

A referida reunião terminou com visitas a duas explorações de produtores PROVE da Póvoa de Lanhoso, uma em Calvos e outra em Taíde, que estão programar as suas culturas para ter produtos para colocação nos cabazes em maio.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *