Arouca, Cultura, Sociedade

Seniores animam conversa no museu, recordando os tempos do volfrâmio em Arouca

Uma exposição que evoca um período marcante na história de Arouca volta a trazer à memória muitas histórias desse tempo. E as histórias, partilhadas, dão lugar a uma conversa animada. Cerca de 90 seniores visitaram a exposição «Histórias contadas, memórias preservadas: o volfrâmio», no Museu Municipal, nos dias 2 e 7 de março. Viram um filme da época e partilharam testemunhos sobre as implicações que o «ouro negro» teve na vida diária de Arouca desses tempos.

 

Estas visitas enquadram-se nas várias atividades programadas no âmbito das comemorações do Ano Internacional do Envelhecimento Ativo, na sequência de uma visita realizada às minas de volfrâmio, em outubro de 2011.

 

«Histórias contadas, memórias preservadas: o volfrâmio» é o mote da exposição patente ao público no Museu Municipal de Arouca, até 25 de março. A atividade mineira nas serras de Montemuro, Arada e Gralheira deixou marcas profundas na terra e nas gentes, na cultura e na paisagem. Nas zonas de exploração mineira, as populações, em busca de uma vida melhor, reuniram esforços sem precedentes para encontrar o afamado minério (o volfrâmio, o «ouro negro»), que lhes alimentava os sonhos. Uma exposição de memórias, fotografias, testemunhos e objetos sobre a exploração mineira, que resulta de um trabalho conjunto entre o Museu Municipal de Arouca, a Associação Geoparque Arouca e ADRIMAG/AroucaInclui.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *