Economia, Marinha Grande

Rede de apoio ao empreendedorismo na Marinha Grande

A Comunidade Intermunicipal do Pinhal Litoral (CIMPL) e os municípios de Marinha Grande, Batalha, Leiria, Pombal e Porto de Mós estão a implementar o projeto “Operação Imaterial de Promoção do Empreendedorismo”, que dará lugar à constituição da Rede Regional de Apoio ao Empreendedor.

 

Trata-se de uma iniciativa integrada na elaboração do Plano de Ação Territorial para a Promoção do Empreendedorismo da CIMPL.

 

O objetivo da Rede Regional de Apoio ao Empreendedorismo é garantir lógicas de atuação em rede na região, com a otimização de dinâmicas existentes e proposta de novas dinâmicas concertadas entre todos e orientadas para a captação, mobilização e apoio efetivo de todos os que considerem criar ou reinventar um negócio de base local.

 

No concelho da Marinha Grande, a Rede foi apresentada a cerca de duas dezenas de instituições do concelho da área económica, social e educativa, no passado dia 7 de março, nas instalações da incubadora de empresas OPEN, situadas na Zona Industrial da Marinha Grande.

 

Foram dados a conhecer os trabalhos já iniciados de sistematização da realidade atual e solicitada a intervenção dos parceiros locais para o crescente aprofundamento do conhecimento das lógicas locais e consequente desenho de um quadro de atuação otimizado.

 

Na sessão de abertura do encontro, o Presidente da Câmara, Álvaro Pereira, informou que “esta Rede pretende reforçar o potencial empreendedor do Pinhal Litoral, através de iniciativas em rede, com elevada amplitude e transversalidade setorial, que garantam o necessário suporte à dinamização e apoio ao empreendedorismo local”.

 

O autarca admitiu que “é na conjuntura económica menos favorável que atravessamos, que é necessário apostar na motivação, inovação, criatividade e competências, nas parcerias e na dinamização de redes, para se encontrarem formas de afirmar as empresas num mercado cada vez mais especializado e concorrencial”.

 

Este projeto de promoção do empreendedorismo é co-financiado pelo Mais Centro – Programa Operacional Regional do Centro, no âmbito do Quadro de Referência Estratégico Nacional.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *