Cultura, Póvoa de Lanhoso

Concurso Nacional de Teatro projeta nome da Póvoa de Lanhoso

As parcerias, os prémios e as novidades da edição de 2012 do Concurso Nacional de Teatro da Póvoa de Lanhoso foram apresentadas hoje aos jornalistas pelo Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Manuel Baptista, pelo Presidente da Federação Portuguesa de Teatro, Rafael Vergamota, e pelo Diretor do Departamento Cultural da Fundação Inatel, Sérgio Mateus. O evento decorre de 3 de fevereiro a 3 de março, no Theatro Club, projetando por todo o país o nome do Concelho que recebe este evento pelo oitavo ano consecutivo.

 

De entre as novidades, há a salientar, por exemplo, que a edição deste ano regista a colaboração da Fundação Inatel e tem o apoio da Secretaria de Estado da Cultura. Sublinhando a qualidade e o nível que atingiu já este evento, o Presidente da Câmara Municipal Povoense, de entre outras considerações, agradeceu aos representantes das entidades parceiras que tornam possível este Concurso. “Muito nos honra que a Póvoa de Lanhoso seja palco deste Concurso Nacional de Teatro”, referiu Manuel Baptista, considerando ainda que os decisores políticos devem apoiar cada vez mais os grupos amadores.

 

Presentes na apresentação de hoje estiveram ainda a Vereadora da Cultura da edilidade Povoense, Fátima Moreira, e o autor, encenador e ator  de “Salvo Conduto”, da Associação Sorriso do Atlântico (do Funchal), vencedor do Prémio de Teatro da Fundação INATEL em 2010 e concorrente ao Concurso de Teatro da Póvoa de Lanhoso, João Ricardo Aguiar.

 

“A Póvoa de Lanhoso é já um palco privilegiado para a realização de eventos relacionados com o teatro e, de uma forma muito particular, do teatro não profissional. Numa altura em que há grandes constrangimentos financeiros, que há algumas dificuldades em termos orçamentais, a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso não quis deixar de continuar a apostar na realização do Concurso Nacional de Teatro. Importa aqui relevar este esforço, que, de alguma forma, tenta dar continuidade a um trabalho de quase uma década e que não poderia ser colocado em causa, tendo por isso sido assumido como uma prioridade no âmbito da programação cultural da Póvoa de Lanhoso”, destacou a Vereadora Fátima Moreira, para quem “se não fosse o grande esforço dos municípios para mesmo com os magros orçamentos levarem as estratégias culturais avante, proporcionando aos seus munícipes atividades de lazer e culturais de interesse, e se não fosse também o trabalho árduo e de muito empenho de muitas associações e grupos como são estes que estão aqui a concurso e outros que passaram por aqui a cultura estaria em muito pior situação do que a que está”.

 

Para esta responsável, “mais do que nunca, urge este esforço coletivo, o esforço dos municípios, o esforço dos grupos, das associações que, de uma forma empenhada e numa perspetiva de interajuda e de cooperação, ainda conseguem proporcionar ao público momentos de excelência, ao nível da cultura e daquilo que de melhor se faz em território português. Este concurso é um bom exemplo de cooperação”. O Diretor do Departamento Cultural da Fundação Inatel, Sérgio Mateus, destacou, de entre outros aspetos, isso mesmo. “Na fase em que estamos, é fundamental a questão das parcerias, é fundamental aproveitar o que já existe e associarmo-nos a quem sabe fazer”, considerou, referindo ainda que “é importante apoiar o teatro amador, mas também é importante proporcionar que o teatro amador cresça em qualidade”.

 

Produções de todo o país na Póvoa de Lanhoso

 

Concorrem a este certame nove produções de sete distritos do país. As produções foram pré-selecionadas pela Federação Portuguesa de Teatro, representam o que de melhor se faz em Portugal ao nível do Teatro de amadores e serão avaliadas por um júri em sete categorias: Ruy de Carvalho para o melhor espetáculo, Orlando Worm para o melhor desenho de luz, melhor encenação, melhor guarda-roupa, melhor cenografia, melhor interpretação masculina e melhor interpretação feminina.

 

Fruto da parceria agora estabelecida com a Fundação Inatel ao grupo vencedor do prémio Ruy de Carvalho será dada a oportunidade de estrear no Teatro da Trindade, com a colaboração de um encenador profissional, assim de como a de uma eventual mini-digressão por algumas salas de espetáculo do país e receberá um apoio monetário. Este ano, de nove textos, sete são originais. Representando a Associação Sorriso do Atlântico e selecionado para o Concurso de Teatro da Póvoa de Lanhoso, João Ricardo Aguiar sintetizou o que move os participantes: “Queremos agradar e ser premiados!”.

 

São vários os ingredientes que tornam o Concurso Nacional de Teatro da Póvoa de Lanhoso, único no país, cada vez mais apetecível para o público, mas sobretudo para os grupos, pois atingem outra notoriedade e outro prestígio em termos nacionais. De tal forma que, segundo revelou o Presidente da Federação Portuguesa de Teatro (FTP), Rafael Vergamota, a pré-seleção já é para muitos dos concorrentes uma vitória. “Há muitas estruturas que concorrem tendo como horizonte chegar à fase final. Já nem sequer põem como hipótese, nesta fase de candidatura e sujeitas a pré-avaliação, pensarem já em prémios como objetivo final e isso vem demonstrar a competitividade, a seriedade, a fasquia de qualidade que o concurso já impôs aos grupos quando participam. Muitos deles já produzem espetáculos propositadamente para os candidatar aqui, tendo como primeiro objetivo a apresentação pública e a efetivação de digressões”, referiu, destacando ainda que “a FTP é abordada sistematicamente ao decorrer de cada ano por várias estruturas que querem perceber qual é a forma que têm para concorrer ao Concurso Nacional de Teatro, porque as premiações que são conquistadas aqui e a realização do concurso na Póvoa de Lanhoso espalha-se por todo o território nacional”.

 

Este ano, este Concurso marca também de forma singular o programa das Comemorações dos 10 anos da Reabertura e Programação Regular do Theatro Club, palco que recebe já a partir de 3 de fevereiro a primeira produção em competição nacional.

 

Consultar aqui o programa

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *