Amadora, Cultura

Prémio José Afonso 2010 – Amadora

O Júri do Prémio José Afonso, deliberou, por unanimidade, atribuir o Prémio José Afonso 2010 ao álbum “Solo II” de António Pinho Vargas, editado em 2009.

O júri da 23.ª  edição do Prémio José Afonso, constituído pelo Vereador da Cultura da Câmara Municipal da Amadora, Dr. António Moreira, pela pianista Olga Prats, pelo compositor Sérgio Azevedo, e pela Dra. Vanda Santos, Chefe da Divisão de Intervenção Cultural, elaborou uma lista daqueles que considerou serem os 11 melhores álbuns editados em 2009, de entre mais de cento e cinquenta títulos.

Para os membros do júri, “o duplo cd “Solo II” representa um ponto alto na carreira de António Pinho Vargas, autor de uma obra ímpar que admite várias influências, entre as quais a de José Afonso (a quem aliás o pianista e compositor homenageia neste disco através da sua visão muito pessoal do tema “Que amor não me engana”). À qualidade da música junta-se (…) uma produção e gravação extremamente cuidadas, e uma interpretação notável do próprio António Pinho Vargas ao piano.”

O álbum “Solo II”, de António Pinho Vargas, foi distinguido de entre os seguintes (por ordem alfabética do 1.º nome do autor):

  1. António Pinho Vargas – “Solo II”
  2. Danças Ocultas – “Tarab”
  3. Dazkarieh – “Hemisférios”
  4. Luisa Amaro – “Meditherraneos”
  5. Oquestrada – “Tasca Beat”
  6. Paulo Soares – “A Guitarra Portuguesa e a Universidade de Coimbra”
  7. Pedro Moutinho – “Um copo de sol”
  8. Rao Kyao – “Em’Cantado”
  9. Ricardo Rocha – “Luminismo”
  10. Rodrigo Leão – “Mãe”
  11. Teresa Salgueiro – “Matriz”

O Prémio José  Afonso

Instituído em 1988, o Prémio José Afonso tem o objetivo de homenagear o autor de Grândola Vila Morena, incentivar a criação musical de raiz portuguesa e animar culturalmente a cidade da Amadora.

Atribuído anualmente, o Prémio, que tem por objeto galardoar um álbum editado no ano anterior ao da atribuição do Prémio e cujos temas tenham como referência a Cultura e a História Portuguesa, já distinguiu artistas como Fausto, Vitorino, Dulce Pontes, Filipa Pais e Sérgio Godinho, entre outros.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *