Estarreja, Sociedade

Estarreja cria condições para a fruição do espaço público

Qualificar a cidade, “introduzindo mais-valias na vivência urbana e relações mais fortes com a natureza”, é o objetivo global da operação de “Qualificação do Espaço Público e do Ambiente Urbano da Cidade ” – Parcerias para a Regeneração Urbana, que contempla o centro da  sede do concelho e ampliação à zona ribeirinha.

 

Numa visita realizada esta manhã às obras em curso, o presidente da Câmara Municipal, José Eduardo de Matos, afirmou que “estamos a aproveitar os fundos comunitários em áreas que priorizamos”. Por um lado, o “ambiente urbano da praça central trazendo mais condições de estar e mobilidade e valorização do património edificado histórico” e, por outro, a relação histórica do Rio Antuã com a cidade.

 

A visita inserida no programa comemorativo do 7º aniversário da Elevação de Estarreja a Cidade teve início em frente aos Paços do Concelho. A Praça Francisco Barbosa será valorizada com a criação de um novo espaço verde no local do atual coreto, que será demolido.

 

José Eduardo de Matos explicou aos jornalistas que, depois de pedonalização da rua frontal ao edifício da Câmara, “a Praça vai ficar maior, permitindo uma fruição e mobilidade acrescidas e utilização mais forte em termos de eventos”. Esta amplitude dará uma nova perspetiva ao Largo dos Combatentes que “queremos valorizar e marcar”. Prestes a avançar está a empreitada de iluminação da área de intervenção (Parque Municipal do Antuã e Praça Francisco Barbosa) com recurso a fontes ecoeficientes.

 

Concluída está a empreitada de contenção e arranjo da margem sul do Rio. “Alargando e consolidando as margens”, a autarquia consegue minorar “os problemas anuais de cheias, cuja pressão das águas é imensa”. É mais uma ação que reforça as condições de visibilidade e fruição do rio, como já acontece com antes o açude que cria um espelho de água estável na época na  do Verão.

 

A expansão do conceito do parque está a tomar forma com a nova ponte pedonal e ciclável em construção sobre o Rio Antuã. Um “projeto arrojado” e um “elemento marcante” do Parque Municipal do Antuã, conferindo-lhe   uma “maior atratividade visual e arquitetónica”, salientou José Eduardo de Matos, que irá “aprofundar a vivência dos cidadãos, porque liga ao sul do concelho, aproveita todo o Vale do Antuã e a rua do Vale do Antuã que será qualificada.  Possibilita uma maior fruição através dos percursos em Salreu”.

 

Nasce daqui um futuro percurso entre a zona urbana da cidade, o Hotel Eurosol e a zona nascente do Rio Antuã, até à antiga praia fluvial da Ilha dos Amores, reforça o vínculo à frente ribeirinha e retoma a ligação “a uma zona romântica e idílica do rio, a Ilha dos Amores”.

 

Também no Parque do Antuã, as obras em curso na antiga Piscina Maria de Lurdes Breu e reconversão em Pavilhão Multiusos possibilitam “uma solução multiusos para desporto, lazer e cultura”, referiu o presidente da autarquia. E mais uma vez, sai fortalecida a oferta do parque.

 

Resumindo, a Câmara está a “reforçar pontos concretos para que no global o Parque do Antuã seja o grande centro de estar e lazer do concelho”. José Eduardo de Matos confessa que a adesão dos cidadãos “tem superado as nossas expectativas” e estas acções dão também resposta a essa vontade demonstrada de usufruto do espaço público e vão “reforçar e valorizar (o parque) para que ainda mais pessoas cá possam vir”.

 

1,3 milhões para obras de qualificação

 

O valor elegível total previsto na Operação de Qualificação do Espaço Público e do Ambiente Urbano da Cidade de Estarreja é de 1.345.181,76€ (inclui operações imateriais). Esta operação é financiada pelo QREN, no âmbito do Mais Centro – Programa Operacional Regional do Centro. A comparticipação do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) é de 85% (1.143.404,50 €). A operação deverá estar concluída até Maio deste ano.

 

PROJETOS

 

ILUMINAÇÃO DA ÁREA DE INTERVENÇÃO COM RECURSO A FONTES RENOVÁVEIS OU ECOEFICIENTES [142.348,96€]

. Alteração dos sistemas de iluminação pública existentes na Praça Francisco Barbosa, Av. 25 de Abril e Alameda do Parque do Antuã

. Reforço área verde da Praça Francisco Barbosa

 

QUALIFICAÇÃO DO ESPAÇO CENTRAL DA CIDADE [52.327,00€]

. Pedonalização da rua e dos espaços contíguos aos Paços do Concelho

. Reforço da centralidade da Praça

. Reforço do eixo de ligação ao Parque Municipal do Antuã

 

CONTENÇÃO E ARRANJO DA MARGEM SUL DO RIO, ENTRE A NOVA PONTE E O AÇUDE [156.450,00€]

. Qualificar o troço da margem sul, entre a futura ponte do pedonal e o açude (junto à antiga Azenha)

. Assegurar facilidade de manutenção e limpeza futura da margem Sul

. Aumento da amplitude visual ribeirinha para Sul

 

PONTE PEDONAL/CICLÁVEL DO PARQUE DO ANTUÃ [517.001,32€]

. Ligação pedonal/ciclável entre as margens através de uma ponte e de um passadiço

. Ligação a via ciclável do Vale do Antuã e Percurso bio urbano

. Reforço da ligação à frente ribeirinha e ao parque Municipal

 

PERCURSO BIOURBANO [18.936,00€]

. Percurso de ligação entre a zona urbana da Cidade, o Hotel Eurosol e a zona nascente do Rio Antuã, até à antiga praia fluvial da Ilha dos Amores

. Reforço da ligação à frente ribeirinha

 

REMODELAÇÃO DA PISCINA LURDES BREU [209.978,48€]

. Reabilitação do espaço da antiga Piscina e criação de um espaço multiusos, destinado a concertos, lazer prática de desporto informal

. Reforço da ligação da Cidade ao Parque Municipal do Antuã

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *