Alcoutim, Sociedade

Alcoutim candidata praia do Pego Fundo às “7 Maravilhas – Praias de Portugal”

O Município de Alcoutim candidatou a praia fluvial do Pego Fundo, situada na vila alcouteneja, ao concurso “7 Maravilhas – Praias de Portugal”, uma iniciativa que visa promover a qualidade ambiental do país, nomeadamente os recursos hídricos e a beleza da costa, albufeiras e rios portugueses.

A praia do Pego Fundo de Alcoutim insere-se na categoria «Praias de Rios», onde se incluem todas as praias interiores. Situada na ribeira de Cadavais, já próximo da foz com o rio Guadiana, a praia localiza-se junto à zona de expansão urbana e próxima das unidades hoteleiras existentes, sendo frequentada principalmente por residentes e turistas nacionais e espanhóis.

A zona envolvente à praia está equipada com um vasto leque de infraestruturas e serviços. Para além do apoio de praia, com bar, sanitário, duches, parqueamento automóvel e acessos adaptados para deficientes, a praia dispõe de um parque de merendas, com cobertura e mesas de madeira, um parque geriátrico, campo de voleibol e uma área para atividades lúdicas e desportivas.

O concurso “7 Maravilhas – Praias de Portugal” é um projeto de caráter privado, organizado pela sociedade EIPWU, Lda., entidade licenciada oficialmente pela sociedade New Seven Wonders Portugal, S.A., empresa – detentora dos correspondentes direitos.

Este projeto conta com o apoio institucional do Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território e com o apoio da RTP – Rádio e Televisão de Portugal, como televisão oficial.

As maravilhas candidatas a “7 Maravilhas – Praias de Portugal” são organizadas em 7 categorias e as 7 vencedoras serão apuradas pelo maior número de votos, uma por categoria, não podendo ser eleitas mais do que duas maravilhas por região.

Até ao dia 25 de janeiro será realizada uma seleção, por um painel de 70 especialistas, das 70 pré-finalistas, que serão tornadas públicas a 7 de fevereiro.

A escolha das 21 finalistas será divulgada a 7 de Maio, com o arranque da votação pública, que decorrerá até 7 de setembro.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *