Celorico de Basto, Economia, Sociedade

Câmara Municipal de Celorico de Basto aprova Orçamento e Plano Plurianual de Investimentos para o ano de 2012

A Câmara Municipal de Celorico de Basto aprovou nas últimas reuniões de Câmara e Assembleia o Orçamento e o Plano Plurianual de investimentos para o ano de 2012 cujo valor de orçamento ultrapassa os 24 milhões de euros.

Tendo em conta o Plano Plurianual de investimentos em obras financiadas pela Câmara Municipal a despesa de capital/investimento corresponde a cerca de 53% do total do orçamento estipulado para o novo ano.

Esta despesa diz respeito à execução de diversas obras relevantes para o concelho com destaque para a construção da Ecopista, do Centro Escolar da Gandarela, as obras de requalificação da Estação de Celorico de Basto, o pavilhão Gimnodesportivo da Mota, o Núcleo de Proximidade da Gandarela e os novos arruamentos entre outras importantes infraestruturas no concelho.

Em jeito de balanço, o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, considera que “este é um orçamento claramente virado para o investimento no futuro do concelho”.

De referir que no setor da educação a autarquia investe cerca de 2 milhões de euros, o que representa cerca de 17% das despesas correntes do município. Paralelamente, a autarquia apoia as IPSS’s, na construção de novos equipamentos sociais, comparticipando em 2012 as novas infraestruturas com o valor de 400 mil euros, uma quantia que representa 3,6% do total das despesas correntes.

No computo geral e segundo o autarca “se considerarmos as despesas na educação como despesas de investimento e considerarmos o apoio às IPSS’s, e somando a construção de equipamentos, atingimos um valor superior a 15 milhões de euros no orçamento”, o que significa, “um investimento de cerca de 63% do orçamento total disponível”. Todo o investimento nas obras do plano plurianual fará com que “restem apenas 37% do orçamento total para as despesas de funcionamento de todos os serviços, equipamentos e infraestruturas municipais” referiu o presidente da Câmara Municipal.

É objetivo da autarquia criar infraestruturas e desenvolver medidas capazes de fixar a população no concelho nesse sentido, o autarca foi perentório face ao aumento da taxa do Imposto Municipal Sobre Imóveis. “O aumento da taxa do IMI está fora de questão, considero até que, no futuro, este imposto poderá vir a baixar tendo em conta a lógica de apoiar a fixação das famílias no concelho”, conclui o edil.

Prevê-se um orçamento capaz de fazer face as despesas totais, feito na base do rigor e do equilíbrio, e em simultâneo permitir o desenvolvimento homogéneo do concelho.

De referir que no encerramento das contas de 2011, prevê-se uma significativa redução do endividamento liquido da Câmara Municipal de Celorico de Basto, situação que já  não acontecia há alguns anos.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *