Sociedade, Trofa

Famílias da Trofa já têm Refeitório Social – “Porta de Sabores”

Foi com emoção que a Presidente da Câmara Municipal da Trofa, Joana Lima, inaugurou terça-feira (12 de dezembro) o Refeitório Social – Porta de Sabores, localizado junto ao Mercado Municipal da Trofa, e que nasceu fruto de uma parceria entre a Câmara Municipal da Trofa e a Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação da Trofa.

 

Este projeto surge numa altura em que se nota algum agravamento das condições de vida de algumas famílias, um cenário de resto, semelhante ao vivido nos outros Concelhos do País, e que levou a Câmara Municipal da Trofa e a Cruz Vermelha a criar este Refeitório Social para poder proporcionar à população alguma qualidade de vida, satisfazendo as suas necessidades mais básicas.

 

Na base do Refeitório Social Porta de Sabores está o objetivo fundamental de doar as duas principais refeições do dia, a todos os que precisam, e em simultâneo, poderem levar a sua refeição para o jantar, em regime de take away.

 

Durante a cerimónia, a Presidente da Autarquia Trofense salientou que “infelizmente, as carências alimentares das famílias em todo o País, e também da Trofa, estão a crescer e há atualmente mais indícios da gravidade da crise, por isso, é urgente que reinventemos o conceito de serviço público e de apoio social, para que possamos dar uma resposta rápida e adequada às crescentes e reais lacunas sociais da nossa população”.

 

O Refeitório Social entra em funcionamento a 13 de dezembro, estando aberto de segunda a sexta-feira, das 13h00 às 14h30, contando com a colaboração de vários voluntários.

 

A seleção dos utentes do Refeitório Social – Porta dos Sabores será efetuada através da Loja Social, concretizada através do preenchimento da ficha de inscrição e cartão de utilizador. Os interessados em aderir devem apresentar a ficha de encaminhamento devidamente preenchida pelo serviço da Loja Social, onde conste um breve historial do agregado familiar, bem como o tempo de apoio a prestar pelo serviço.

 

A missão deste Refeitório Social é assim, proporcionar á população carenciada e em situação de pobreza, respostas ao nível de bens de primeira necessidade (alimentação), permitindo que muitas famílias necessitadas passem a ter acesso às principais refeições do dia de forma gratuita.

 

Este projeto envolveu e sensibilizou toda a comunidade Trofense, tendo decorrido com a presença da Presidente da Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação da Trofa, Odete Pedroso, dos Vereadores da Câmara Municipal da Trofa, José Magalhães, Assis Serra Neves e Teresa Fernandes, com o Presidente da Junta de Freguesia de S. Martinho de Bougado, José Sá e do Vigário da Vigararia da Trofa e Vila do Conde, Padre Luciano Lagoa, entre outras entidades e instituições, dando provas de que “o desenvolvimento comunitário e a ação social, são hoje, como no passado, as áreas de intervenção que reúnem mais e melhor apoio, facto que leva a concluir que há ainda, apesar de todas as dificuldades, valores e princípios que orientam a sociedade para a ação solidária” como lembrou a edil da Trofa, Joana Lima.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *