Arouca, Educação

Alunos arouquenses põem «resíduos em movimento» em Arouca

«Resíduos em movimento» é o título de uma exposição interactiva, que veio apoiar o trabalho de sensibilização que autarquia, educadores e professores têm vindo a desenvolver para as questões ambientais. De 7 a 11 de Novembro, Câmara Municipal e ERSUC dinamizaram este projecto junto dos pequenos arouquenses, com o objectivo de alertá-los para a importância do bom uso dos recursos naturais, e do tratamento, valorização e reutilização de resíduos.

 

O projecto Resíduos em Movimento – uma Viagem Virtual é uma iniciativa desenvolvida pela EGF e as suas 11 empresas participadas gestoras dos Sistemas Multimunicipais de Tratamento e Valorização de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU), com a colaboração da empresa YDreams.

 

Arouca acolheu esta exposição em dois espaços escolares: o Pólo Escolar do Burgo e a EB 2,3 de Escariz. Durante os dias da exposição, o versus tir (camião com material didáctico) ficou instalado no Pólo do Burgo, acolhendo todas as turmas inscritas, do pré-escolar e primeiro ciclo. Em Escariz, o versus car (autocarro de menores dimensões) foi visitado por todas as turmas da escola e do Pólo Escolar de Escariz.

 

Este projecto de informação e sensibilização para a temática dos resíduos, nomeadamente para a importância da reciclagem no contexto da promoção da utilização racional dos recursos naturais, consiste numa exposição itinerante, baseada em tecnologia e software inovador.

 

Alguns testemunhos:

 

«Aprendi com o Lobo Mau que o lixo não se deita para o chão (já sabia), nem para a estrada, porque vai poluir o ar. [Do que] gostei mais de fazer [foi] o jogo da separação dos resíduos». (Carlos Lopes, 5 anos)

 

«Gostaria que houvesse um jogo que se chama “recicla tudo”». (Bruna Rocha, 7 anos)

 

«Aprendi que se deve pôr o lixo nos ecopontos correctos». (Toni Rocha, 7 anos)

 

«Nunca são demais as iniciativas deste género, pois é desta forma que se consegue mudar os hábitos das pessoas adultas, pois o que acontece, e muito bem, [é que] são os filhos que [ensinam] os seus familiares». (Ana Gonçalves, professora)

 

«Para alguns meninos foi uma nova aprendizagem, e para os restantes o reforçar de conhecimentos já adquiridos». (Maria Angelina Duarte e Sónia Lemos, professoras)

 

«Estas iniciativas permitem consciencializar os alunos e famílias para a reciclagem de resíduos». (Ana Moreira, professora)

Artigo AnteriorPróximo Artigo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *