Arouca, Sociedade

Arouca assinala dia internacional de luta contra a violência doméstica

Não fique indiferente. A 25 de Novembro assinala-se o Dia Internacional de luta contra a violência contra as mulheres. Uma realidade ainda muito presente, apesar dos tempos. Em Arouca, assinala-se este dia com uma sessão de sensibilização na Rádio Regional de Arouca, com a presença de Zeferino Brandão, Conselheiro Municipal para a Igualdade de Género. Também o semanário «Discurso Directo» publica um texto sobre o tema, da autoria do Conselheiro. É esse texto que reproduzimos aqui, como forma de marcar este dia.

 

 

 

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

 

O Mundo estaria melhor se não tivéssemos que publicar este cartaz.

 

Infelizmente, porém, a violência doméstica atinge centenas de milhares de pessoas em todo o Mundo e é um problema com que a sociedade se confronta todos os dias.

 

Em Portugal, em 2010, foram assassinadas 43 mulheres pelos maridos ou companheiros e foram apresentadas mais de 15.000 queixas de maus-tratos e violência domésticas. De acordo com as estatísticas 86% das vítimas são do sexo feminino e 14% do sexo masculino.

 

Nenhuma violência é tolerável ou aceitável, pelo que prevenir e combater a violência é uma responsabilidade de todos nós.

 

A violência doméstica não se resume apenas a maus-tratos físicos (murros, pontapés, bofetadas, empurrões, tentativas de asfixia etc.). Também é violência doméstica humilhar a outra pessoa em público ou em privado, determinar os lugares que a outra pessoa pode frequentar, o que a outra pessoa pode gostar ou usar, destruir objectos com valor afectivo para a outra pessoa, recorrer à utilização dos filhos para impor o seu poder sobre a outra pessoa etc.

 

Infelizmente os relacionamentos degeneram em violência cada vez mais cedo. Por isso queremos dar um conselho aos jovens que olham para este cartaz – Namoro violento não é amor (é sim uma manifestação precoce de futura violência conjugal).

 

Não aceite nem diga frases como estas:

Bater é um sinal de amor

Ele ama-me. É natural que tenha ciúmes

É o álcool. Sempre que ele bebe, perde o controlo

 

A violência doméstica é um crime público, por isso, devemos denunciá-la, pois estaremos a contribuir para criarmos uma sociedade mais equilibrada e mais justa.

 


Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *