Cultura, Póvoa de Varzim

13º Encontro pela Paz, na Póvoa de Varzim

Foi apresentado, ontem, em conferência de imprensa, a 13ª edição do Encontro pela Paz, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

“Uma iniciativa que a Câmara Municipal continuará a apoiar” revelou Luís Diamantino, Vereador do Pelouro da Cultura, que encara o evento como um conjunto de momentos de ensinamento da cultura para a paz.

O Vereador destacou um aspecto que considera muito importante, principalmente numa altura em que as pessoas vivem preocupadas com o material, que é o facto de ser um encontro, sobretudo de voluntários, contando com a colaboração das Juntas de Freguesia, de associações do concelho, artistas, e grupos desportivos, entre outros.

O autarca chamou à atenção para as pessoas que se oferecem para integrar este movimento e fazem da palavra “paz” não um termo oco mas um encontro cheio de vontades que vai crescendo de ano para ano. Neste sentido, deixou o apelo “que cada um traga um amigo para este encontro”.

Mário Ferraz, organizador do evento, referiu que embora possa parecer uma utopia realizar um evento desta natureza num período extraordinariamente difícil, prevalece a vontade de continuar. Na sua perspectiva, “a paz é um valor transversal e sem ela não podemos viver felizes. É uma qualidade sobre a qual realça a vontade de fazer o Encontro”.

Referindo-se ao programa desta 13ª edição, que terá lugar de 14 de Dezembro a 14 de Janeiro, Mário Ferraz começou por anunciar que “vamos manter um perfil na área da educação”.

E é precisamente a vertente Educação pela Paz que marca o início do Encontro com a Inauguração da Exposição “Onde posso encontrar Paz”, composta por trabalhos de alunos do concelho da Póvoa de Varzim, que estará patente no Diana Bar durante todo o evento.

Ainda no dia 14, às 10h00, no local da exposição, os mais novos reúnem-se para assistirem à actuação de Francisco Cruz e Mara São Roque “A Dupla Maravilha” e de Zacarias “O Mágico das cartas”.

A partir deste dia, a comunidade poveira é convidada a colocar na sua janela ou varanda um pano branco, símbolo e cor da Paz.

No dia 17 de Dezembro, a Chama da Paz percorre o concelho no sentido de alertar a população e levar o anúncio de que algo está acontecer na Póvoa de Varzim. Uma tocha acesa é transportada por atletas pelas doze freguesias da Póvoa de Varzim, sendo que o Pelouro do Desporto dá uma ajuda fundamental nesta iniciativa.

A partir do dia 18 de Dezembro, e até 14 de Janeiro, a Árvore da Paz estará no Diana Bar, onde todos poderão colocar mensagens alusivas à Paz.

No dia 18, às 15h00, o Pavilhão Municipal será o ponto de encontro para a Cerimónia Encontro pela Paz que integra a largada de pombos, em frente ao Pavilhão, o Concerto “Fados pela Paz” com a actuação de Miguel Xavier, Kiko e Vânia Leal acompanhados por Márcio Silva na Guitarra Portuguesa e José Saraiva na Viola. Seguir-se-á a Marcha pela Paz do Pavilhão Municipal até à Praça do Almada num Cordão humano. Haverá um novo momento musical com Manuel Moura e após um minuto de silêncio proceder-se-á à deposição da flor branca na taça da Paz, no Coreto da Praça do Almada. As flores aqui recolhidas serão lançadas ao mar já no novo ano, a 1 de Janeiro, Dia Mundial da Paz, às 16h00, no Porto de Pesca, onde haverá também nova largada de pombos.

No dia 14 de Janeiro o certame chegará ao fim e todos são convidados a Lembrar a Paz, no Diana Bar, às 21h30, com a entrega de diplomas e certificados a todos os que contribuíram para o evento deste ano e o visionamento de um filme dos melhores momentos da 13ª edição. Esta cerimónia de encerramento contará também com a actuação de Francisco Cruz e Mara São Roque “A Dupla Maravilha” em “Eu tenho um sonho”, de Zacarias “O mágico das cartas” e do Coro Manuel Giesteira.

Acompanhe o evento, através de imagens e notícias, no portal municipal.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *