Póvoa de Varzim, Turismo

Estratégias de consolidação e crescimento para a Restauração apresentadas, ontem, nos Paços do Concelho da Póvoa de Varzim

No âmbito das acções promocionais da gastronomia e restauração do concelho “Sabores Poveiros”, a Câmara Municipal da Póvoa de Varzim realizou, ontem à tarde, um Seminário destinado, essencialmente, ao Sector da Restauração e Similares.

“Que estratégias de consolidação/ crescimento para o sector da Restauração?” deu mote a uma tarde de trabalho muito intensa, com partilha de conhecimentos e divulgação de informação muito profícua para o sector da restauração e afins.

Um primeiro painel contou com as seguintes intervenções: “A Gestão Profissional na Restauração como Factor de Sucesso” (Luís Correia, Coordenador da Unidade Técnico Científica de Hotelaria e Restauração do ESEIG, IPP) e “A Liderança e o Desenvolvimento de Equipas” (Manuel Salvador Araújo, Coordenador da Licenciatura de Recursos Humanos do ESEIG, IPP).

“O Papel da Formação Face às Tendências da Restauração” (Paulo Vaz, Director da Escola de Hotelaria e Turismo de Lamego, Turismo de Portugal) e “As Novas Tecnologias e a Comunicação Assertiva ao Serviço da Restauração” (Renato Cunha, Chefe de Cozinha e proprietário do Restaurante Ferrugem | V.N. Famalicão) foram os temas apresentados no segundo painel.

A iniciativa contou com a colaboração de alunos do Curso Profissional de Técnico de Recepção da Escola Secundária Rocha Peixoto, e do Curso Profissional de Hotelaria e Restauração da Escola E.B. 2/3 de Beiriz.

Segundo Lucinda Delgado, Vereadora do Pelouro do Turismo, “o seminário levanta uma questão muito pertinente, sendo que este sector poderá, nos tempos actuais, ser uma porta de saída para a crise”. A autarca esclareceu que “áreas como a restauração e o turismo que estão intimamente ligados contribuem duplamente para o desenvolvimento da economia, na medida em que por um lado cativam turistas/ potenciais clientes e com eles a entrada de divisas. Por outro lado, pretende-se com esse sector oferecer aos referidos clientes e turistas uma prestação de serviços de elevada qualidade e que inclua a promoção e o consumo de produtos nacionais estimulando dessa forma a sua produção”.

A nível local, a Vereadora referiu que o sector do turismo e restauração representou sempre uma fonte de receitas. “As nossas infra-estruturas da restauração reconhecidas nacionalmente não só pelo nível do serviço, mas também pela relação preço/ qualidade da oferta aos seus clientes, que integra o peixe do nosso mar e os nossos apreciados produtos hortícolas”, acrescentou.

No entanto, Lucinda Delgado alertou para a necessidade de “estarmos cientes do elevado esforço que tem de ser feito por todos os intervenientes neste processo, no sentido de acompanhar permanentemente as sucessivas alterações que nos tempos actuais ocorrem a um ritmo alucinante”. Neste sentido, advertiu, ainda, para a importância do trabalho em rede e em equipa, sendo esta iniciativa uma oportunidade para partilhar experiências e ideias, ou seja, uma alavanca para acções futuras.

Sobre a vertente formativa no sector da restauração, Lucinda Delgado afirmou que “temos que apostar mais na formação contínua para aperfeiçoar cada vez mais, sendo que para tal é essencial avaliar as necessidades do nosso concelho e diagnosticar as áreas específicas em que é necessário actuar”.

A autarca revelou que o município continua a desenvolver projectos de promoção da gastronomia local destacando a Confraria “Sabores Poveiros” que em breve será apresentada com o intuito de “manter, divulgar e inovar” os melhores sabores poveiros.

Esteja atento ao portal municipal e acompanhe as iniciativas que lhe vamos apresentando.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *