Sociedade, Trofa

Rui Rio veio à Trofa no dia do 13º Aniversário do Município

As comemorações do 13.º Aniversário do Concelho continuaram com a Sessão Solene, que este ano, contou com a presença do Presidente da Junta Metropolitana do Porto, Rui Rio, que na Trofa abordou a temática da Reforma da Administração Local, lembrando uma vez mais a “necessidade de adequar a legislação à realidade das Autarquias”. Rui Rio defendeu ainda “a necessidade de criação de indicadores de gestão sérios e tecnicamente adequados, para não tratar todas as autarquias por igual, sendo que a nova lei deverá consagrar em si mesma a diferença”.

 

 

A sessão solene decorreu no Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários da Trofa, e foi escolhida pela Câmara Municipal da Trofa para distinguir e homenagear várias figuras e empresas trofenses que se destacaram em áreas como o desporto, a cultura, a ciência e o empreendedorismo, reconhecendo assim, publicamente o seu mérito e o seu esforço.

 

Assim a autarquia trofense homenageou as empresas Altronix, Tropizzo, Frezite, Tetribérica, Avel, Torneiras Ofa, Nortempera, Trofamalha, Manusilva, Muroplás e Troficolor com a Medalha de Honra do Concelho – Grau Ouro por terem sido reconhecidas com o prémio PME Excelência nos anos 2009 e 2010.

 

Ao nível das figuras que se destacaram nas áreas do desporto, ciência e cultura foram homenageados os Trofenses Abílio Cardoso e Alberto Carneiro com a Medalha de Mérito Cultural – Grau Ouro, foram também reconhecidos Maria João Saraiva, Rui Pedro Silva, Sónia Pinto e Nuno Silva, com a Medalha de Honra do Concelho – Grau Ouro e por fim, Jorge Carvalho, Mariana Serra, João Pedro Silva e Daniel Silva foram distinguidos com a Medalha de Mérito Desportivo – Grau Ouro.

 

Foi assim, com grande emoção que todos os homenageados, ou os seus representantes, receberam estes galardões municipais, numa cerimónia que a Presidente da Câmara Municipal da Trofa, considerou “histórica e memorável por louvar o papel destacado que estes cidadãos e empresas desempenharam, contribuindo com a sua intervenção para o desenvolvimento e progresso da Trofa”.

 

E ao ouro das insígnias, que a Câmara Municipal decidiu atribuir, no dia maior do Concelho, esteve igualmente, como reforçou a Edil Trofense, “associado o mérito de pessoas singulares e coletivas, por feitos, obras, engenho e arte, cujo reflexo na vida contemporânea é hoje relevante pelo seu extraordinário valor e significado, constituindo um sólido legado para as novas gerações”.

 

O dia 19 de novembro terminou com a estreia musical da peça “Amílcar, Consertador de búzios calados”, no auditório da Junta de Freguesia de S. Martinho de Bougado, interpretado pelos Meninos Cantores do Município da Trofa com letra e música de Mário Alves e com direção artística de Antónia Maria Serra.

 

Esta peça baseou-se no conto vencedor do Concurso lusófono da Trofa Conto Infantil – Prémio Matilde Rosa Araújo, edição 2010.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *