Desporto, Guimarães

Cidade Desportiva de Guimarães é motivo de orgulho e está ao nível das cidades europeias

Volvidos dez anos de existência, a Cidade Desportiva (Multiusos de Guimarães, Complexo de Piscinas e Pista de Atletismo) é um projecto consolidado e motivo de orgulho, estando ao nível das cidades europeias e sendo inclusive caso de estudo por parte do meio universitário, revelou o vereador do Desporto da Câmara Municipal de Guimarães, Amadeu Portilha, na conferência de imprensa que assinalou o aniversário da Cidade Desportiva.

No encontro com os jornalistas realizado no Multiusos, em que também foi anunciada a candidatura de Guimarães a Cidade Europeia do Desporto em 2014, Amadeu Portilha afirmou que “a Cidade Desportiva – e nomeadamente o Multiusos de Guimarães – tem sido um elemento fundamental para promoção nacional e internacional de Guimarães, estando o projecto consolidado e ao nível das cidades europeias”.

Com “400 eventos e dois milhões de visitantes”, o Multiusos de Guimarães, teve “um papel importante para a promoção de uma imagem positiva e de notoriedade de Guimarães, no País e no mundo”, referiu ainda o autarca que também assume a presidência da Tempo Livre.

O Complexo de Piscinas, por sua vez, acolheu cerca de 1,2 milhões de pessoas em dez anos, registando uma afluência semanal de 3600 utentes um crescimento anual e diversidade de actividades dignas de registo.

O Scorpio – Parque de Animação Aquática de Guimarães, construído por iniciativa da Tempo Livre no logradouro do Complexo de Piscinas, atrai anualmente veraneantes de várias zonas do País e da vizinha Espanha, totalizando desde a abertura cerca de 700 mil ingressos.

A Pista de Atletismo Gémeos Castro, através de “um esforço sistemático da Tempo Livre e da aposta em serviços complementares”, beneficia de um crescimento significativo de utilizadores, passando de cerca de mil no primeiro ano para uma média anual actual de 15 mil. O Centro de Medicina Desportiva de Guimarães (CMAD), que funciona nas instalações da Pista de Atletismo, regista cerca de 3500 consultas anuais a praticantes desportivos, formais e informais, que pretendem avaliar a sua aptidão física.

“A Cidade Desportiva de Guimarães é hoje um “case study” de sucesso nas universidades portuguesas ao nível da gestão desportiva, sendo provavelmente das empresas do sector empresarial da administração local que menos depende do orçamento municipal”, disse Amadeu Portilha, realçando que só não é possível a autonomia porque a Tempo Livre assume uma função social que lhe foi cometida pela autarquia.

A esse propósito, o Presidente da Câmara de Guimarães, António Magalhães, destacou “o trabalho de excelência de complementaridade social” que a Tempo Livre desenvolve, apontando como exemplos a intervenção de formação nas escolas, junto dos idosos e, em especial, o projecto das Férias Desportivas.

No decurso da conferência de imprensa, na qual também participou Aníbal Rocha, Director Executivo da Tempo Livre, foram apresentados vídeos que ilustram as actividades desenvolvidas na Cidade Desportiva, tendo igualmente sido visitadas instalações geridas pela Tempo Livre, como é o caso do Complexo de Piscinas.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *